redirecionar

Siga nosso blog!

PF deflagra Operação Tembé II para combater o comércio ilegal de madeira no Pará

BELÉM/PA - A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (27), a Operação Tembé II com o objetivo de desarticular esquema criminoso de extração e comércio ilegal de madeira proveniente da Terra Indígena Alto do Rio Guamá. Estão sendo cumpridos 34 mandados judiciais, sendo 10 mandados de prisão preventiva, 11 de busca e apreensão e 13 bloqueios de valores e sequestro de ativos financeiros, nos municípios de Belém, Paragominas e Nova Esperança do Piriá.  

As investigações se iniciaram no segundo semestre de 2016 com o intuito de identificar responsáveis pela extração ilegal de madeira e desmatamento no interior da terra indígena. Foram localizadas 8 madeireiras na região que operavam clandestinamente, retirando, beneficiando e comercializando ilegalmente, madeira de área federal em municípios do Pará.


No período das investigações também foi realizada fiscalização pela SEMAS com o objetivo de apreender os produtos florestais extraídos e comercializados ilegalmente, auxiliando nas investigações em curso, com a identificação dos responsáveis e consumação da materialidade delitiva dos crimes investigados.


Estima-se que, por mês, eram retirados da área, aproximadamente 6 mil metros cúbicos de madeira, o que representa em termos financeiros o montante de R$ 6.400,000 (seis milhões e quatrocentos mil reais).


Os investigados responderão pelos crimes ambientais, receptação qualificada, corrupção ativa e passiva, com penas que podem chegar a 12 anos de reclusão.


A primeira fase da operação TEMBÉ foi realizada em 31/08/2017. Na ocasião foram cumpridos 07 mandados de busca e apreensão no Município de Nova Esperança do Piriá com a finalidade de buscar elementos que demonstrassem o cometimento de delitos ligados à extração ilegal de madeira. 


*O nome da operação faz referência á uma tribo indígena que habita áreas
dos estados do Pará e do Maranhão, nas regiões dos rios Gurupi, Capim e Guamá.










0 comentários: