Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Não colou: Justiça suspende concurso público de Capanema

Por Paulo Zildene

A desembargadora Luiza Nadja Guimarães suspendeu o concurso público de Capanema, para preenchimento de cargos nas mais diversas áreas da administração. A decisão foi anunciada hoje, 19, pelo prefeito Chico Neto, durante entrevista coletiva.

O pleno do TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, já havia negado recurso ao prefeito de Capanema, Eslon Aguiar, PR, para dar continuidade à realização do concurso público, para provimento de cargos em toda esfera do poder municipal. Mas, um juiz de Capanema, havia concedido ao prefeito o direito de prosseguir, com a realização das provas do concurso.

Vale lembrar, que o TCM havia negado ao prefeito Eslon, a realização do concurso, na terça-feira, 06, durante uma pauta extra, que teve como relatora, a Conselheira Mara Lucia, que acatou novas informações prestadas, pelo prefeito eleito de Capanema, Chico Neto, através de seus advogados.

Os advogados do prefeito entraram com um pedido, de revogação de medida cautelar, o que foi negado e ampliado.

Na decisão, a relatora destacou “ratifico a decisão da medida cautelar e amplio os efeitos. E determino o bloqueio de conta corrente destinada ao pagamento de inscrições do concurso público, de titularidade da empresa Instituto Vicente Nelson”.

O prefeito eleito, Chico Neto e seus advogados acompanharam a decisão do pleno da Corte de Contas e disse ao Pará Notícias, com exclusividade que, “essa medida cautelar eu assinei junto ao TCM para suspender o concurso público por ilegalidade em licitação, por não haver estudo de impacto na folha de pagamento e não levaram em conta o número de funcionários temporários”, disse Chico Neto.

Devolução das inscrições – Não se sabe ao certo o montante arrecadado pela empresa com as inscrições, e nem como será realizada a logística, para a devolução do dinheiro arrecadado, mas o montante, segundo informações, ultrapassa a casa dos R$ 800 mil reais.

0 comentários: