Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

A alegria durou pouco

Por Paulo ZILDENE

O governo do estado publicou ontem, 01/07, no DOE – Diário Oficial do Estado, o 3° termo aditivo – Convênio 20/2013, para a construção do campo de futebol no município de Cachoeira do Piriá. A notícia até pareceu boa, para os amantes do futebol, mas, infelizmente, a verba ainda não foi repassada para os cofres municipais.

O Pará Notícias entrou em contato com a SEPLAN – Secretaria de Planejamento do Estado, para saber por que não foi repassado o dinheiro, mesmo com o anúncio do aditivo. Por telefone, um funcionário disse que “o governo anunciou o 3º termo aditivo, mas o dinheiro ainda não foi liberado. Não sabemos a data exata da liberação da verba”, disse o funcionário.

O município de Cachoeira do Piriá não é o único a ficar na fila de espera por repasse de verbas referentes a convênios. Os municípios de Nova Timboteua, Santa Maria e Castanhal, segundo fontes, estão com sua obras paradas, devido atraso de repasses de convênios firmados com essas prefeituras. A lista é grande de cidades com obras em atraso.

A rota turística que começa na cidade de Castanhal, passa por Igarapé-Açu, Nova Timboteua, Peixe-Boi até chegar a Bragança, parou no município de Capanema. Por falta de recursos, a obra está parada e não tem previsão de recomeçar.

Outro exemplo claro de falta de verbas nos cofres do estado é o atraso, no pagamento de empresas que concluíram, em diversos municípios, o programa “Asfalto na Cidade”. Segundo um deputado da base do governador Simão Jatene, PSDB “o governo asfaltou próximo das eleições diversas cidades, mas as empreiteiras ainda não receberam. São mais de R$ 50 milhões de restos a pagar. E tem mais. Se você consultou as certidões do INSS e FGTS há dois meses, você poderia ver que o governo do estado estava com as certidões positivas. Isso significa que o governo não está honrando nem com o básico, imagine com os municípios e nem sabemos se o governador já colocou em dia as certidões”, destacou a fonte.

0 comentários: