Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Mega operação apreende documentos na prefeitura de Nova Timboteua

Por Paulo Zildene

O Ministério Público cumpriu, na manhã desta segunda-feira, 19, seis mandados de busca e apreensão em órgãos públicos e residências de secretários da prefeitura de Nova Timboteua. Foram apreendidos quatro computadores e diversos documentos de processos licitatórios. Os promotores não localizaram o computador da secretaria de finanças, principal alvo. As apreensões estão sendo coordenadas pelos  promotores Harrison Henrique e Nelson Medrado.

A equipe que esta realizando as buscas e apreensões contam com o apoio de quatro policiais do GPE – Grupo Pronto Emprego, oito agentes do NOE – Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal, 11 policiais e quatro delegados da polícia civil, que está sendo coordenados pelo superintendente da policia civil da região nordeste.

Câmara – Após a ação do Ministério Público, na manhã desta segunda-feira, os vereadores irão criar uma Comissão Processante, antes do retorno das atividades parlamentares, que está marcada para o dia 15 de fevereiro, para apurar a situação envolvendo suposto desvio de recursos públicos, na administração do prefeito Luiz Bagaceira, PTB.

Segundo o vereador Agnaldo, PT, não há data prevista para a criação da Comissão Processante. “Reunimos na semana passada para aprovarmos o orçamento, mas ainda não temos uma data certa para implantarmos a Comissão Processante”, disse o parlamentar oposicionista.

Portaria – Com o afastamento do prefeito Luiz Bagaceira, solicitado pelo promotor de Nova Timboteua, Harrison Henrique, junto a justiça, assumiu o vice-prefeito, Adeilson Pessoa, PT, que imediatamente emitiu portaria para substituir alguns secretariados.

Os novos secretários que já estão com portaria:

Secretaria de educação: Marilene Ferreira
Secretaria de assistência social: Aldaleia Pessoa
Secretaria de saúde: Cleverson
Secretaria de finanças: Josias dos Correios
Secretaria de Obras: Bené


CGU – As principais pastas que recebem verba federal, saúde, educação e assistência social passaram por fiscalização da CGU – Controladoria Geral da União. No relatório emitido pelos auditores, onde o Jornal Pará Notícias teve acesso com exclusividade, apontou diversas irregularidades, entre elas, registro de empresa na casa do pregoeiro.

0 comentários: