Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

MEDICILÂNDIA: MPPA apreende medicamentos vencidos em hospital e posto de saúde no município


A promotora de Justiça Grace Kanemitsu Parente apreendeu na quinta (27) uma grande quantidade de medicamentos com validade vencida e amostras grátis encontrados no almoxarifado do Hospital de Medicilândia e nos Postos de Saúde de Vila Nova e Vila Pacal, município de Medicilândia, sudoeste paraense localizado a 860 quilômetros da capital Belém.
A inspeção da Promotoria do MPPA foi motivada por seguidas reclamações dos moradores sobre falta de materiais e remédios nesses locais vistoriados.
No total foram seis (6) viagens de camionete para retirar todos os medicamentos com prazos de validade vencidos e as amostras grátis. Além disso, a Promotoria tirou cópias de documentos e fez backup de computadores do almoxarifado do Hospital de Medicândia.
“Procedimento administrativo será aberto e todos esses medicamentos serão contados. Os documentos e backup de computadores serão analisados e apuradas possíveis irregularidades em licitações. Fizemos também o levantamento da quantidade de material remanescente, depois de retirada dos medicamentos vencidos e amostras grátis, e verificamos que sobrou uma quantidade muito menor do que o apresentado nos arquivos do almoxarifado” frisou a promotora Grace Parente.

Durante a inspeção a promotoria constatou ainda que a lavanderia não tem as mínimas condições de uso e que utilizam material caseiro para fazer a lavagem das camas hospitalares, seja lençóis e fronhas ou roupas de cirurgia.

Foi constatado ainda que o material para limpar o hospital e lavar as roupas é uma mistura de Soda caústica, álcool , óleo de cozinha e detergente comum e água. Encontramos no almoxarifado insulina humana guardada sem refrigeração. Remédios de uso controlado guardados sem o maior cuidado, estando alguns vencidos.
HOSPITAL

A promotora Grace que acumula a Promotoria responde por Medicilândia e sempre que se desloca até lá recebe reclamação de falta de remédios no Hospítal. Por conta disso, resolveu fazer uma fiscalização no local.
Identificou no almoxarifado uma série de medicamentos vencidos e de amostra grátis (quantidade gigantesca) e após retirar todos os vencidos e amostra grátis, fez o levantamento do que restou. Sobrou uma quantidade muito menor do que apresentado nos arquivos do almoxarifado. Constatou que a lavanderia não tem as mínimas condições e que estão usando material caseiro para fazer a lavagem das camas hospitalares. Desde o material de cama, quanto o de roupas de cirurgia.
O material para limpar o hospital e lavar as roupas é uma mistura de Soda caústica, álcool , óleo de cozinha e detergente comum e água. E remédios de uso controlado guardados sem o maior cuidado. Com alguns vencidos.
POSTO DE SAÚDE DA VILA NOVA

Também encontrado materiais vencidos e quantidades escondidas de amostra grátis misturadas com outros medicamentos. Vizinhos informaram que pessoas da secretaria passaram uma hora antes e tiraram quatro carradas em um carro de passeio cheio de medicamentos.

POSTO DE SAÚDE DE VILA PACAL - Quase todos os medicamentos da farmácia eram de amostra grátis.
 

PROCEDIMENTOS

A promotora Grace Parente disse que os próximos passos são abrir procedimento no MPPA, analisar documentos, os backups e os processos licitatórios e identificar possíveis irregularidades. Pode também ensejar improbidade e ações penais.

0 comentários: