Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Polícia apreende mais 60 mil pés de maconha em Viseu

As Polícias Civil e Militar apreenderam e destruíram 60 mil pés de maconha em quatro plantações localizadas na zona rural do município de Viseu, nordeste do Pará. Iniciada na segunda-feira, 13, a operação policial foi concluída nesta terça-feira, 14. As investigações para localização das plantações teve início, no último dia 11, quando a delegacia de Cachoeira do Piriá recebeu denúncia anônima sobre a prática criminosa.

Segundo a informação recebida havia na localidade de Gemedoro, que fica próxima da Vila Alegre, zona rural de Viseu, grandes roças com ervas de maconhas já plantadas. No dia seguinte, o policial civil se deslocou até à região para apurar a denúncia. Ali, após confirmar a existência de uma das quatro plantações de maconha, o investigador comunicou o fato ao delegado Roberto Salbé, de Cachoeira do Piriá. Ainda, segundo o investigador, havia pessoas no meio da mata provavelmente tomando conta da roça na vila de Gemedoro.

Os policiais seguiram até a região, onde os investigadores Danilo Campos, da Delegacia de Capanema, e Otávio Quaresma, chefe-de-operações da Superintendência da Zona Bragantina, se juntaram ao policial civil Eduardo e delegado Roberto Salbé, na operação. Pela PM, o sargento J. Teles comandou a operação. Também participou da missão a guarnição da Polícia Militar da cidade de Cachoeira do Piriá formada pelos cabos Júnior, Jones, Kleiton e o soldado Rossy.

“Parte do caminho foi feito a pé por dentro da mata, pois a plantação ficava em uma área no meio de um matagal fechado e de difícil acesso", explica o delegado Roberto. Depois de uma hora de caminhada, a primeira plantação de maconha foi encontrada. Pelas coordenadas, detalha o delegado, trata-se de uma área de aproximadamente 2,5 mil metros quadrados com cerca de 20 mil pés da erva. No momento em que os policiais faziam buscas para localizar outras roças de maconha, um homem, que estava no meio da mata, disparou contra a guarnição da PM, cujos militares revidaram a tiros. No entanto, o atirador conseguiu fugir. Após mais algumas horas, os policiais localizaram mais três roças de maconha.
 
A segunda roça, pelos cálculos feitos, tinha o mesmo tamanho da primeira e mesma quantidade de pés de maconha plantados. Já a terceira roça estava em uma área de cerca de 1.250 metros quadrados com estimados 10 mil pés de maconha, a mesma metragem e quantidade de pés da última plantação encontrada na área. Outras buscas foram feitas na região, mas os responsáveis pelas plantações não foram localizados. A operação foi concluída, nesta terça-feira, 14, com o final do corte dos pés de maconha e incineração das ervas cortadas.

Ainda, conforme a polícia militar, 12 tabletes de maconha já beneficiada e empacotada e mais quatro pés da erva retirados de cada roça também foram apreendidos. Parte das plantas foi levada como amostra para perícia no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

0 comentários: