Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Quadrilha que roubou Correios de Juruti (PA) é denunciada à Justiça Federal



A partir de dados coletados por uma ação conjunta com a Polícia Federal (PF), o Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça seis pessoas pelo roubo, em março deste ano, de R$ 310 mil da agência dos Correios em Juruti, no oeste do Pará.

O grupo foi acusado pelo roubo do dinheiro e da arma de um dos vigilantes, por formação de quadrilha armada, e por corrupção de menores. Agravadas porque os crimes foram vários, as penas podem chegar a até 25 anos de reclusão.

O roubo ocorreu na tarde no dia 11 de março. O grupo arregimentou dois menores para a prática do crime, sendo que um deles foi utilizado como “olheiro” da quadrilha – ficou vigiando o lado externo da agência para garantir o sucesso do roubo.

As investigações foram feitas Operação Malote, atuação conjunta da PF e MPF. A partir da oitiva de testemunhas, interrogatório de envolvidos, pedidos de medidas cautelares de prisão e medida cautelar de interceptação telefônica concedidas pela Justiça Federal, a Operação Malote identificou que o líder da quadrilha é um preso.

O denunciado comandou todo o roubo a partir da unidade prisional do Puraquequara, em Manaus, no Amazonas. Na denúncia criminal, o MPF registra que, devido à periculosidade do líder da quadrilha, a Operação Malote tomou todos os cuidados necessários para garantir a vida de uma das testemunhas-chave do caso, que hoje é atendida por programa de proteção à testemunha. (MPF)

0 comentários: