Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

PT não tem interesse em CPI, critica Mário Couto

O senador Mário Couto (PSDB-PA) voltou à carga contra o PT na tarde desta terça-feira, 17, ao acusar o partido de ter "institucionalizado" a corrupção no Brasil ao ponto de impedir o andamento de praticamente todas as comissões parlamentares de inquérito (CPIs) criadas tanto no Senado quanto na Câmara dos Deputados, para investigar desvio de dinheiro público ao longo do governo petista. "O PT estraçalhou até então todas as CPIs. Fizeram o que quiseram com os senadores. Humilharam os senadores. Não deixaram os senadores cumprirem com suas obrigações regimentais e constitucionais", protestou Couto.

Para o tucano paraense, a CPI da Cachoeira não terá destino diferente: também deverá sofrer interferência do Executivo, para ao final da apuração não apresentar os resultados esperados pela sociedade brasileira, podendo até mesmo ser arquivada prematuramente. Isso porque o PT também pode surgir no escândalo envolvendo o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.

Telefonemas grampeados pela PF mostram que Carlinhos Cachoeira mantinha relações suspeitas com políticos de vários partidos, empresas e magistrados. "Eles já estudaram todos os métodos para arquivar essa CPI. Só que não podem mais voltar atrás. Tem que prosseguir. Mas eles estão dando uma trégua. Esperando esfriar os fatos para que mais tarde, rapidamente, possam mandar arquivar. A oposição vai brigar na apuração desses fatos. A sociedade brasileira quer, pede. Chega, Brasil, nós não aguentamos mais tanta corrupção neste país", disse Mário Couto.

O primeiro sinal de que está em andamento uma "operação abafa" contra a CPI, apontou o tucano, está na intenção do PT de adiar a criação da CPI até o retorno à presidência do Senado de José Sarney (PMDB-AP), internado desde sábado, 14, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. "Eu já disse aqui que colocaria a mão no fogo se o PT não estivesse envolvido no escândalo do Cachoeira. Estão segurando a CPI. Se arrependeram de fazer o movimento da CPI", frisou o senador paraense.

Mário Couto chamou atenção para o fato de que a mesma empreiteira que recebeu R$ 4 bilhões do Governo Federal – a Delta Construções S.A - doou R$ 8,5 milhões para o grupo de Cachoeira justamente em ano eleitoral (2010), conforme investigação da PF. A Delta ainda registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2010, a doação de R$ 2,3 milhões para campanha eleitoral. Desse montante, R$ 1,1 milhões foi para o Comitê Nacional do PT. O restante, para o PMDB.

"Essa CPI vai ser boa. Se o PT deixar, se a presidente Dilma deixar essa CPI vai mostrar ao Brasil quem é o PT de verdade", provocou Mário Couto, para arrematar: "Historicamente em nenhuma administração, em nenhuma presidência, seja de que partido for, aconteceu tanta corrupção como na administração do PT. O PT, queiram ou não queiram, fica na história desse país como o partido que implantou o germe da corrupção, que constitucionalizou a corrupção neste País, que decretou definitivamente que todos os políticos do PT têm liberdade de roubar, de burlar o povo brasileiro e que com ele nada vai acontecer".

0 comentários: