Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Quinto envolvido na morte de advogado em Cametá está preso

Victor Eduardo Oliveira Moreira, vulgo “vitinho”, 20 anos, foi preso na manhã de hoje no município de Tucuruí, sudeste paraense. Ele é um dos envolvidos no assassinato do advogado Fábio Teles Santos, ocorrido na noite do último dia 21, na cidade de Cametá, região do Baixo Tocantins. A prisão foi efetuada por uma equipe de policiais civis. Victor Eduardo está na delegacia de Tucuruí a disposição da justiça.

As investigações apontaram a participação de seis pessoas no crime. Apenas uma permanece foragida. Victor Eduardo Oliveira foi o quinto homem, envolvido no caso, a ser preso. Estão presos: Rosiverson de Souza Almeida, vulgo “Passat”, Gleisson Araujo, vulgo “Cauboi”, Luzimar Pereira Miranda, José Orlando Trindade de Oliveira e Victor Eduardo Oliveira Moreira. Os quatro primeiros foram presos no dia 25 de julho entre os municípios de Cametá e Tucuruí.

As investigações apontaram que Rosiverson de Souza Almeida foi o agenciador; ele quem entrou em contato e contratou os pistoleiros. Gleisson Araujo é um dos executores. Luzimar Pereira Miranda tinha a missão de guardar as armas usadas no crime; foi ele quem as entregou aos executores. José Orlando Trindade de Oliveira levou os executores no dia anterior ao crime até a casa do advogado e emprestou a moto na noite seguinte para que o crime fosse efetivado. Victor Eduardo foi um dos executores.

Para o diretor de polícia do interior, delegado Silvio Maués, não há dúvida quanto a motivação do crime. “A Polícia Civil afirma que o crime foi de encomenda. A motivação foi um desentendimento pessoal entre a vítima e o mandante”, afirmou o delegado.

0 comentários: