Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

PF prende secretário-executivo do Ministério do Turismo

A Polícia Federal prendeu 38 pessoas durante a Operação Voucher, deflagrada na manhã desta terça-feira (9/8). A operação foi montada, em parceria com o Ministério Público Federal e o Tribunal de Contas da União, para combater o desvio de recursos públicos destinados ao Ministério do Turismo, feito por meio de emendas parlamentares ao Orçamento da União, de acordo com as investigações.

Entre os presos estão o secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico Silva da Costa, o segundo na hierarquia da pasta, e o secretário nacional de programas de desenvolvimento do Turismo, Colbert Martins. Também foram detidos o ex-presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Mário Moisés, além de diretores e funcionários do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi). Também foram presos empresários, cujos nomes não foram divulgados.

Ao todo foram cumpridos 19 mandados de prisão preventiva, 19 de prisão temporária e sete de busca e apreensão em Brasília, Macapá e São Paulo. Cerca de 200 policiais atuaram na operação. As acusações são de formação de quadrilha, peculato e fraude em licitação. As penas, no caso de condenação, podem chegar a 12 anos de reclusão.

Segundo a Assessoria de Imprensa da PF, os detidos em Brasília e São Paulo foram levados para Macapá nos aviões da Polícia. A Operação Voucher se baseou em informações da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários no Amapá, que apurou irregularidades em contratos do Ministério do Turismo e o Ibrasi, ligado à capacitação profissional para turismo no Amapá. Mais informações sobre as prisões serão divulgadas à tarde, em entrevista coletiva em Brasília.

Com informações da Agência Brasil.

0 comentários: