Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Meio ambiente e patrimônio cultural são discutidos em Belém

O novo Código Florestal, a expansão das fronteiras do agronegócio e os conflitos socioambientais, a atuação do Ministério Público Federal (MPF) na zona costeira e a recuperação do patrimônio edificado são alguns dos temas que serão debatidos por membros do MPF de todo Brasil esta semana em Belém, no Pará.

O 9º Encontro Nacional de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural começa amanhã, 31 de agosto, e vai até sexta-feira. Participam do evento membros do MPF que atuam na defesa do meio ambiente e do patrimônio cultural brasileiro. Para a abertura do encontro também foram convidados juízes federais, integrantes do Ministério Público do Pará e representantes de instituições de pesquisa e do governo estadual.

O evento terá palestras de especialistas como o cientista político José Augusto Pádua, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e mesas-redondas com técnicos e dirigentes do Ministério do Meio Ambiente, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), além de membros do Ministério Público especializados nos temas debatidos.

Durante o encontro será lançado o livro “Olhar multidisciplinar sobre a efetividade da proteção do Patrimônio Cultural”, que apresenta reflexões inovadoras sobre a tutela dos nossos bens culturais. A obra foi organizada pela subprocuradora-geral da República Sandra Cureau, pela procuradora regional da República Sandra Akemi Shimada Kishi, pela procuradora da República em São Paulo Inês Virgínia Prado Soares e pela arquiteta e urbanista Cláudia Márcia Freire Lage, assessora pericial para a área do patrimônio cultural no MPF.

A realização do evento é da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, com apoio da Fundação Procurador Pedro Jorge e patrocínio da Associação Nacional dos Procuradores de República (ANPR).

0 comentários: