Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Operação Verão 2011 começará na próxima sexta-feira

Começará na próxima sexta-feira, dia 1 de julho, a Operação ‘Verão da paz. É a gente que faz. Hoje pela manhã, membros do Sistema de Segurança Pública do Estado e instituições parceiras apresentaram detalhes da operação que abrangerá 65 municípios em 87 localidades paraenses e contará com a participação de 4.231 agentes do sistema de segurança. O encontro ocorreu no auditório da Delegacia Geral, em Belém.

Sob a coordenação geral da Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup), trabalharão 2.860 policiais militares, 188 policiais civis, 325 agentes do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), 740 bombeiros, 80 pessoas do Centro de Perícias Renato Chaves e 38 homens da Segup. A Segup participa da Operação com agentes do Centro Estratégico Integrado (CEI), Diretoria de Relação com a Sociedade (DRS) e Centro Integrado de Operações (CIOP).

Durante a operação
– que segue até o final do mês de julho – serão desenvolvidas atividades de prevenção, repressão, difusão da cultura de paz, garantia da paz social e de cidadania. O trabalho terá focos diferenciados: respeito ao meio ambiente, defesa do consumidor e Pró-Paz Integrado. Quem garante é o secretário de Segurança Pública do Pará, Luiz Fernandes.

“Este planejamento foi feito a várias mãos. Além dos órgãos que integram o sistema de segurança pública, vários parceiros participaram da produção e particparão da execução deste plano”, afirma o secretário. Segundo ele, a Segup participa diretamente da Operação com agentes do Centro Estratégico Integrado (CEI), Diretoria de Relação com a Sociedade (DRS) e Centro Integrado de Operações (CIOP).

Uma das novidades deste ano é a instalação de uma base do CIOP no município de Salinópolis. “O CIOP estará em Salinas durante todo o mês de julho. Através do número 190 o serviço poderá ser acionado a qualquer hora do dia ou da noite”, garante o secretário Luiz Fernandes.

A Operação Verão 2011 promoverá atividades integradas entre todos os órgãos do Sistema de Segurança e as instituições parceiras, com fiscalizações planejadas e regulares nas feiras, mercados e supermercados. O Pró-Paz também participa da operação com um posto fixo em Salinópolis e ações conjuntas com a Polícia Civil e o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

O policiamento na capital e região metropolitana também está garantida. Durante o mês de julho estão previstas 1.108 operações policiais na Região Metropolitana de Belém (RMB). Esta operação terá o apoio do Comando de Missões Especiais.  “As operações na capital e interior do Estado serão monitoradas constantemente. O plano será acompanhado diariamente e havendo necessidade de alterações elas serão imediatamente providenciadas”, garante o secretário de Segurança Pública, Luiz Fernandes.

REFORÇO NAS DELEGACIAS


A Operação Verão 2011 da Polícia Civil do Pará contará com um efetivo de reforço de 188 policiais civis, distribuídos em 24 localidades, entre balneários e sedes de municípios, na Região Metropolitana de Belém e interior do Estado. Entre policiais civis e técnicos de informática, a Polícia Civil contará com 152 servidores nas suas unidades para atender às ocorrências durante o período.

Outros 36 policiais civis das Divisões Especializadas de Meio-Ambiente (DEMA), de Atendimento ao Adolescente (DATA) e da Delegacia do Consumidor (DECON) atuarão em parceria com o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), da PM; Instituto de Metrologia do Pará (IMEP) e Procon, na fiscalização de estabelecimentos comerciais públicos e privados com objetivo de coibir a poluição sonora e crimes contra os consumidores.

O reforço da operação policial atuará entre os dias 1º e 31 de julho, nos cinco finais de semana das férias escolares. Coordenada pela Delegacia-Geral Adjunta (DGA), da Polícia Civil, a Operação Verão contará com maior número de policiais civis concentrados nos balneários de Salinópolis, nordeste paraense, e na ilha de Mosqueiro, na RMB. As duas áreas são as que mais registram ocorrências durante as férias de julho, principalmente casos de poluição sonora. Para Salinópolis serão enviados 22 servidores e para Mosqueiro, 17.

Na capital paraense, além de Mosqueiro, haverá reforços da Polícia Civil em Outeiro e na ilha de Cotijuba. No interior, a novidade será o envio de policiais civis para reforçar o atendimento às ocorrências em Conceição do Araguaia, no sul do Pará. Também receberão reforços no interior do Pará as localidades de Algodoal (Maracanã); Alter-do-Chão (Santarém); Vila de Beja (Abaetetuba); Ajuruteua (Bragança); Vila dos Cabanos (Barcarena); Vila de Apeú (Castanhal); e os municípios de Breves, Salvaterra, Soure e Ponta de Pedras, na Ilha do Marajó; Ourém, Peixe-Boi e Viseu, na região Bragantina; São Caetano de Odivelas e Marapanim, na região do Salgado; Cametá e Igarapé-Miri, na região do Baixo-Tocantins, e Marabá e Tucuruí, no sudeste.

Para atender às demandas nessas regiões, a Polícia Civil deslocará policiais civis lotados na própria região. A exemplo do município de Conceição do Araguaia, no sul do Pará, que receberá policiais civis que atuam em Redenção, município situado na mesma região. Ainda, durante julho, a Polícia Civil vai deslocar policiais civis da DPA (Divisão de Polícia Administrativa) que fiscalizarão o registro, licenciamento e fiscalização de estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes, lanchonetes e quiosques.

A DEMA irá deslocar aos principais balneários equipes do "Disque-Silêncio" que fiscalizarão a incidência de poluição sonora em estabelecimentos comerciais e veículos. Os agentes farão um trabalho de orientação aos veranistas visando a prevenção da poluição sonora. Para tanto, a DEMA atuará em parceria com BPA e Centro de Perícias Científicas "Renato Chaves" que contará com peritos para medição dos índices de decibéis.

Já a DATA atuará em parceria com o Programa Pró-Paz Integrado, do Governo do Estado, para prevenir atos de violência contra crianças e adolescentes, como abusos e exploração sexual, e venda de bebidas alcoólicas aos jovens, além de retirá-los de situações de risco.

0 comentários: