Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Lurdinha começa apagar incêndio no governo Eslon

Por Paulo Zildene

Aos poucos Eslon vai perdendo forças dentro do seu próprio governo. Enquanto permanece todos os dias decidir, a não decidir nada que seja benéfico a comunidade, assim vai tomando decisões descabidas de uma lógica administrativa ineficaz. Pontuamos mais e muitas vezes suas decisões não reflete o desfecho final. Exemplo disso é a de trocar secretários, o qual boa parte deles emperra a máquina pública, fazendo com que alguns órgãos da administração estejam virando terra de ninguém. E sua falta de compromisso com o fazer bem, torna público e causa lamentações na população, sendo está a palavra mais suave que encontramos para narrar à falta de pulso administrativo de sua excelência.

E está falta de organização e compromisso, de quem não sabe e/ou não quer administrar ‘deixa uma incógnita neste que lhes fala’ por se tratar de um administrador do povo, para o povo. Será que é uma verdade?! Ou apenas um mito que criaram para eleger alguém para fazer algo em prol de todos? São falácias, suposições ou arrisco a dizer – ‘erros que cometeram e pagarão por eles’.

Eslon chegou à metade do mandato sem mostrar ao povo uma única obra de impacto de sua administração. Muita promessa e excesso de publicidade em torno do inexistente.

Para apagar o incêndio dentro do governo foi escalada a contadora Lurdinha. A prestadora de serviço ficou um bom tempo no IPAC – Instituto de Previdência e Assistência de Capanema. Agora foi convidada para arrumar a secretaria de ação social.

Lurdes já se encontra a algum tempo na autarquia na tentativa de reestruturar, pois a mesma anda desgovernada desde o dia 1º de Janeiro de 2009.

Informações de pessoas próximas a 1ª dama do município, Tatiana Amoras, o qual “pouco comparece a secretaria”, a pasta que era para ser exemplo de organização já virou chacota até dos serventes ao comentar que ninguém sabe articular um projeto para captar recursos na esfera federal e muito menos na estadual. Lembrando que projeto se constitui de ações desenvolvidas por um grupo de pessoas articuladas com um único objetivo, ou seja, praticar a partir do diagnóstico as necessidades. Essas práxis que são de grande valia na administração pública

Pessoas que estão trabalhando na tentativa de organizar a parte administrativa da ação social relataram que a falta de competência profissional dos que cercam o prefeito fez com que a pasta perdesse muitos recursos e as verbas que entram, em caixa ainda, não sabem que destino será dado. Pois, as ações que deveriam ser desenvolvidas, previamente e não quando o financiamento e/ou recurso entra em caixa.

“Será que a secretária sabe da importância do órgão público que administra? Não sabemos. A secretária tem que demitir alguns incompetentes que a rodeia”, revelou fontes do Blog.

Eslon ensaia mudança, em algumas secretarias, faz tempo, mas até agora nada.

Lembro perfeitamente da celebre frase do Ex-Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso “Se não queres demitir um amigo, não o contrate”.

E é nessa dualidade em que se encontra o prefeito Eslon Aguiar – PR. “Demito ou não demito!”, deve ser o pensamento tardio e inseguro do gestor municipal.

“Se Buchacra pensava lento, Eslon ganhou da tartaruga de 100 anos”. Essa é a máxima dentro da cidade.

E para quem prometeu mundos e fundos para Capanema, a administração, se é que podemos chamar isso de administração virou centro de fofocas, onde seus secretários, pelo menos boa parte deles, preferem ficar futricando no ócio da gestão pública ao invés de trabalhar.

E não adianta Eslon controlar alguns meios de comunicação para não mostrar sua descabida ausência de administração. Cedo ou tarde o povo vai acordar e pra 2012 é só um pulinho.

Dialogamos com o saudosismo do tempo, revivemos nossas memórias, reativando assim nossas especulações para elegermos pessoas de verdade, não figura meramente de forma ilustrativa e vergonhosa. E vamos à luta.

8 comentários:

Anônimo disse...

A dona Tatiana até que tenta trabalhar, como mesmo falou o jornalsita, mas tem um povozinho ao seu lado que pelo amor de Deus, é melhor pagar para não atrapalhar e trabalhar.

Silvia Santos

Anônimo disse...

Falou com tanta certeza, que tem comunicador recebendo uma boa grana para ficar de bico fechado.

Mas que papelão, ein!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com a idéia do texto. O prefeito deve trocar imediatamente a metade do seu secretariado, se não mais da metade.

Tatiana Martins é cercada realmente de péssimos funcionários comissionados e efetivos.

O que ela tem que fazer é contratar pessoas que saibam lidar com a máquina pública para poder ficar mais tempo com os filhos pequenos.

Ela tem boa vontade, assim como Edmilson Bezerra, mas tem que pagar caro para a cosia andar.

O que o prefeito fez de melhor foi demitir Rubens Júnior. Essse falava pelos quatro canto da cidade do seu feito.

E não por acaso,dia desses foi pego com o Pedro Paulo conversando por horas.

Sabe-se lá o que discutiam de tão interessante.

Prefeito, para o seu bem, coloque alguém competende nas secretarias. Ajude dona Tatina continuar seu trabalho explendoroso a frente a ação social, pois ela tem tato pra coisa.

No mais, não se demore a decidir, pois teremos eleição no meio do ano.


Fátima Carneiro e Silva

Anônimo disse...

Acorda, Eslon, ainda tem tempo suficiente para mostrar pro povo como se deve trabbalar.

Anônimo disse...

Parabéns pela brilhante matéria Paulo Zildene. Você traduziu tudo com a competência de um bom texto. Ele ainda diz que essas matérias é intriga de uma "Imprensa oposicionista viceral". Ele não cai na real! Viceral é ele, ruim é ele, mau é ele, incopentente é ele. Que ele, agora, para de dizer "O que não fizeram nas administrações passadas" Ele é pior que todos que já passaram, pois os anteriores ao menos atendiam o povo como o Sr, Jaime Nascimento por exemplo.

É O PIOR QUE JÁ ELEJEMOS NOS 100 ANOS!

Infelizmente não posso dizer meu nome. Ele persegue e é mau.

Anônimo disse...

O Galego só dorme. Acorda, Rapaz, presta atenção nno teu serviço.

Anônimo disse...

NÃO SOFRO DE AMNÉSIA...

Os prefeitos anteriores fizeram o que puderam,mas nem conseguiam pagar os salários até o último dia do mês,e o décimo terceiro ficava para gastar no carnaval. O Natal e o ano novo ficava "cotó". Era uma verdadeira "cultura" administrativa que o 13º só fosse pago em janeiro do ano seguinte.
Teve até Prefeito que deixou o governo nas mãos de um grupo de amigos enquanto ia tomar suas geladas em Outeiro. Que escolham o pior dos Cem anos olhando algumas fichas passadas e outros quem provocaram choros e ranger de dentes em credores e funcionários públicos municipais....

Anônimo disse...

Esse que não sofre de aminésia sofre de insensatez né Zildene. Será que obesidade provoca isso?