Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

DPU/PA inicia programa Visita Virtual para presos

Amanhã, 4 de fevereiro de 2011, às 15 horas, o Projeto Visita Virtual, programa desenvolvido pela Defensoria Pública da União, entra em atividade na unidade do Pará, DPU/PA. O procedimento, que é feito através de videoconferência – e que se incorporou oficialmente ao campo de atividades da Defensoria da União em outubro do ano passado –, persegue o objetivo de proporcionar mais proximidade entre presos em penitenciárias federais, e seus familiares e amigos.

O programa, que estava em embrião na DPU/PA desde o fim do ano passado, vai afetar diretamente a vida daqueles que estão no Pará e mantém algum vínculo com presos em complexos de prisão federal – a visita de amanhã será entre um detido em Catanduvas, situada no Paraná, e sua esposa residente em Belém. Às portas de ver o projeto em pleno funcionamento, o defensor Público Chefe, Anginaldo Oliveira Vieira, avalia o impacto social da facilidade tecnológica em favor dos detentos e daqueles que gravitam ao redor deles, e afirma: “o programa tem um grande peso social, o que afigura o compromisso da DPU/PA como seus assistidos”, atesta o Defensor Chefe.

A Visita Virtual funciona da seguinte forma: há um espaço reservado que conterá todo o aparato tecnológico necessário ao desenvolvimento do projeto. Nesse lugar, um monitor possibilita a videoconferência, possibilitando a interatividade dos presos com seus afetos. A Portaria assinada pelo defensor público-geral federal, José Rômulo Plácido Sales, e pelo diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Airton Aloísio Michels., determina o período rígido de 30 minutos para conversação. Gravações são apenas permitidas mediante autorização judicial.

Esse regulamento agrupa ainda outros princípios. Limita o número de visitantes a cinco, realiza-se às sextas-feiras e tem como pré-requisito a apresentação dos seguintes documentos junto à DPU, que fica na na Travessa Rui Barbosa, 921, Bairro Reduto: duas fotos 3X4 iguais e recentes; cópia autenticada do RG ou documento equivalente, cópia do CPF para maiores de 18 anos, e cópia do comprovante de residência. A documentação será enviada à penitenciária na qual o preso está custodiado, para análise.

Embora tenha sido regimentado em caráter oficial apenas em outubro do ano passado, o Visita Virtual já funciona desde julho daquele ano. Hoje, alcança as 27 unidades da federação e além da prisão federal de Catanduvas, abrange as outras três existentes no país: Porto Velho (Rondônia), Campo Grande (Mato Grosso do Sul) e Mossoró (Rio Grande do Norte).

 
Fonte: Assessoria de imprensa

0 comentários: