Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

TCU e o TSE - como as contas são aprovadas

Vejam reportagem da Folha de hoje em:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/865949-presidente-do-tcu-da-aula-paga-a-orgaos-que-fiscaliza.shtml

Sobre o fato do presidente do TCU, Benjamin Zymler, cobrar pessoalmente altos valores dos órgãos públicos para "dar aulas", ao mesmo tempo que julga os processos e as contas desses órgãos.

Detalhe: o Zimler é contratado pelas empresas públicas diretamente ou através de empresas privadas com dispensa de licitação "por notório saber".

Vejam o site da empresa Elo que vende os "serviços" do presidente do TCU em: http://www.eloconsultoria.com/

Novidades

Habilitar os servidores dos os órgãos, entidades e corporações a identificarem a importância estratégica de seus processos, fluxos e procedimentos, proporcionando ao gestor redesenhá-los de forma a contemplar melhorias para reduzir prazos, otimizar fluxos, padronizar e sistematizar normas, procedimentos e processos de sua organização.

Apresentador
Karina Amorim Sampaio Costa
Jorge Ulisses Jacoby Fernandes
Participação Especial: Benjamin Zymler

Além do Benjamin Zymler, a empresa Elo tem outros ministros e funcionários do TCU em seus quadros como: André Luiz de Carvalho, Augusto Sherman Cavalcanti, Cláudio Sarian Altounian, Karine Lilian de Sousa Machado

A notícia da Folha dá exemplo de alguns órgãos que pagaram ao Zymler, mas não fala do TSE.

Então, informo que a "justiça" eleitoral contratou o sr. Benjamin Zymler diversas vezes para "dar cursos" aos seus funcionários e, assim conseguiu ter aprovadas as absurdas contas das urnas biométricas e do seu novo palácio - quer dizer, sede.

Sobre as absurdas contas da nova sede do TSE vejam: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110111/not_imp664539,0.php

Sobre as contrações privadas do presidente do TCU pela "justiça" eleitoral, vejam:

1) contratação direta da pessoa http://sintse.tse.gov.br/documentos/2009/Mai/26/000074842?searchterm=curso tcu zymler

PT: 02.301.0570.2004.0001. ED: 3390.36.
TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS

EXTRATO DE INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO
Processo n.º 26745/2009.
Objeto: Despesa com curso Licitações e Contratos sob a ótica do TCU.
Favorecido: Benjamin Zymler.
Valor: R$ 47.191,06.
Fundamento Legal: Artigo 25, inciso II c/c art.13, inciso VI, ambos da Lei 8.666/93.
Elemento: 3.3.90.36.28 e 3.3.91.47.18.
Programa de Trabalho: 02.128.0570.4091.0001.
Ratificação: Des. Almeida Melo. (do TRE-MG)

2) contração indireta através da empresa Elo
http://sintse.tse.gov.br/documentos/2010/Mar/19/000085057?searchterm=licitações

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL
SECRETARIA
EXTRATO DE INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO
Processo n.º: 5.531/2010. Objeto: Curso "Aspectos Polêmicos em Licitações e
Contratos: novos problemas e soluções".
Empresa: Elo Consultoria Empresarial e Produção de Eventos Ltda.
Fundamento Legal: Artigo 25, II, da Lei n.o 8.666/93.
Valor: R$ 15.920,00 (quinze mil novecentos e vinte reais).
Declaração de Inexigibilidade: em 16.03.2010, por Anderson Vidal Corrêa, Secretário de Administração.
Ratificação: em 16.03.2010, por Miguel Augusto Fonseca de Campos, Diretor-Geral (do TSE)

0 comentários: