Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Destaque em 2010: VII Prêmio AMB de Jornalismo se consagra no cenário jornalístico

O Prêmio AMB de Jornalismo chega à reta final contabilizando números que o consolidam mais uma vez como uma das mais importantes premiações do Judiciário. Foram inscritos mais de 1,5 mil trabalhos em toda a trajetória do concurso, nesta última edição o Prêmio acumulou 267 inscrições.

A premiação foi idealizada para reconhecer as reportagens ligadas à Justiça e que contribuem para estreitar a relação entre a magistratura e a população. Para a AMB, as matérias que prestam serviço à comunidade, mostram as irregularidades, assim como abordam as possíveis soluções do sistema Judicial são extremamente importantes para a sociedade. A informação de fácil acesso permite o exercício pleno da cidadania e esclarecem direitos e deveres do cidadão.

Nesta sétima edição, foram mais de 70 mil reais distribuídos para os contemplados de cinco categorias: Nacional, Regional, Associações Filiadas, Especial Eleições Limpas e Especial Fotografia. A equipe analisadora selecionou 32 reportagens que foram entregues a comissão julgadora, composta por magistrados e jornalistas, que escolheu os trabalhos vencedores.

Reconhecimento


O concurso ganhou reconhecimento da mídia, que publicou reportagens exaltando a premiação responsável por reconhecer trabalhos jornalísticos que abordaram os desafios da Justiça, as iniciativas positivas do Judiciário e a aproximação dos magistrados com a população.

O único da região norte

A reportagem Eleitor Alfabetizado, apresentado por este jornalista, durante o Programa Bastidores do Poder, na rádio Educativa FM, foi o único trabalho jornalístico que chegou honrosamente a final, na região norte do país.

A entrevista realizada, com o Presidente do TRE-PA, Desembargador João Maroja, ganhou destaque por aproximar a população do nordeste paraense do judiciário.


Fonte: AMB/Jornalismo Político
Autor: AMB/Jornalismo Político

0 comentários: