Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Governadora inaugura UTI Pediátrica ampliada da Nova Santa Casa

A inauguração da nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica e de outros setores da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMPA), na manhã desta quinta-feira (23), contou com a presença da governadora Ana Júlia Carepa e marcou mais uma etapa das obras de construção e reforma do espaço centenário, iniciadas em 2008, um investimento em torno de R$ 110 milhões. Durante a cerimônia, houve ato religioso do arcebispo metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira e homenagens de pacientes, funcionários e direção do hospital pelo aniversário da governadora e pelas benfeitorias que têm sido feitas na Fundação.

Além de visitar os setores reformados e ampliados da Nova Santa Casa, que integram as cerca de 50 obras e serviços feitos no pavilhão antigo, Ana Júlia Carepa e sua comitiva visitaram as obras do prédio de oito andares, que já está na última laje, e seu anexo - destinado à cozinha industrial, lavanderia e refeitório para 1.500 pessoas.

Como a UTI Neotatal, que ampliou de 22 para 40 o número de leitos, a UTI Pediátrica também dobrou a quantidade de 5 para 10 leitos, sendo que três deles são destinados a pacientes crônicos já internados na instituição. Cerca de R$ 3 milhões foram investidos na nova UTI, situada no primeiro piso, cuja localização também facilita o acesso do paciente oriundo da sala de operações.

"A maior alegria que tenho quando faço aniversário é dar presente para as pessoas", disse ela, lembrado que os investimentos feitos em um curto período de tempo seguem uma nova concepção de atendimento na Santa Casa. Segundo Ana Júlia, a diretriz política deste governo prioriza ações como a qualificação e a capacitação dos quase 2.500 funcionários, a construção do Espaço Acolher (para atender vítimas de escalpelamento e seus familiares), o fortalecimento dos serviços de saúde básica por meio do repasse fundo a fundo feito para todos os municípios paraenses, e a construção de 10 Unidades de Cuidados Intermediários (UCI).

Lembrando do caso de uma moradora de Terra Alta, nordeste paraense, que certa vez lhe agradeceu por seu filho ter sido rapidamente atendido na UCI de Castanhal, Ana Júlia Carepa explicou que a criação das unidades, cada uma com 10 leitos e capacidade para atender casos de baixa e média complexidades, faz parte desta "nova política de descentralização do atendimento neonatal". As iniciativas têm contribuído decisivamente para resolver problemas históricos que se acumulavam e se agravavam com a falta de estrutura da Santa Casa para receber devidamente seus pacientes, oriundos de todas as regiões paraneses.

A construção da Nova Santa Casa, frisou a governadora, faz parte da ampliação de cerca 40% nos investimentos para a área da saúde pública do Estado, realizada pela sua gestão, a qual ela deixa "com a certeza que nossa marca vai ficar para sempre para o povo paraense". As ações seguem as exigências da atualidade: a Santa Casa, por exemplo, já não comportava mais as demandas da capital e do interior.

Uma UTI Obstetrícia com 20 leitos, a primeira do Estado, será construída no novo prédio, que também permitirá o aumento de 110 para 180 no número de leitos da maternidade. No oitavo andar do espaço funcionará um heliporto e a Casa das Máquinas.

Reconhecimento - Com 23 anos como funcionário, Maurício Bezerra, presidente da Fundação, garantiu que quase toda a instituição foi reformada, sendo que as mudanças não são apenas do ponto de vista físico. Como instituição de referência não só na área de ensino e pesquisa, por meio de convênios, a Santa Casa, hoje, recebe profissionais de saúde de instituições públicas e privadas do Estado (do nível técnico e superior) e também de áreas afins.

"Temos o melhor parque de diagnóstico (de imagem) público da Região Norte", disse Bezerra. O parque inclui algumas salas inauguradas hoje, como as de laudo, ressonância magnética, tomografia e mamografia. A lavradora Ângela Maria dos Anjos, de Acará, paciente em fase de diagnóstico, aprovou a Nova Santa Casa. "Muito bom o atendimento e o espaço está muito agradável.

Representando a sociedade civil, Jair Aranha, presidente da Associação Comunitária Água Cristal, falou com a experiência que possui junto à população mais carente, ressaltando a importância das mudanças que tem sido feitas no hospital, tornando o espaço cada vez mais uma "referência". Ana Júlia Carepa também recebeu dos funcionários e da direção do hospital um certificado de reconhecimento pelo trabalho realizado. Operários e pacientes atendidos pelo Espaço Acolher também ofereceram flores para a governadora.

Entre as autoridades presentes estavam o secretário de Estado de Saúde Pública, Cláudio Vale, e de Comunicação, Paulo Roberto Ferreira. Ao final do ato de inauguração, ocorrido na área externa do prédio, atores dos Palhaços Trovadores cantaram parabéns para a governadora, e uma apresentação do Arraial da Pavulagem encerrou a cerimônia.

Hoje também foram entregues os setores de Gerência de Estrutura Físico-funcional e Patrimônio, bem como a recepção do complexo Ambulatorial e o Ambulatório de Clínica Cirúrgica. As obras na Nova Santa Casa são resultado de investimentos do Ministério da Saúde e do Governo do Estado do Pará, que deixam recursos garantidos para a sua conclusão, prevista para ocorrer no segundo semestre de 2011. Com o aumento, o quadro de funcionários deve crescer em torno de 20%.

1 comentários:

Anônimo disse...

NA UTI ELA DEIXOU FOI O HOSPITAL REGIONAL DE SALINOPOLIS SE HOJE VC FOR LA E PEDIR PARA TOMAR UMA VITAMONA C OU COMPLEXO B, VC VAI KORRER PORQUE NÃO TEM NEM UM NEM OUTRO, PIOR NÃO TEM DIPIRONA MEU AMIGO, NÃO TEM ESCALPI , NÃO TEM EQUIPO, NÃO TEM GASOLINA PARA AS AMBULANCIAS,NÃO TEM NEM COMIDA PARA OS FUNCIONARIOS,ALIAS ESTES ESTÃO COMPRANDO QUENTINHA DO PROPRIO BOLSO, DE UM FUNCIONARIO DO HOSPITAL. CHEGA LOGO PRIMEIRO DE JANEIRO E DR. HELIO META A CANETA NESTE POVO QUE JA VÃO TARDE APESAR DE IREM LEVANDO O COFRE.