Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Campanha do Ophir Loyola incentiva a doação de medula óssea ‎

Cerca de 1.200 mil pacientes aguardam por um transplante de medula óssea (TMO) no Brasil. Visando a redução desta lista de espera e com o objetivo de minimizar o sofrimento de quem aguarda por um TMO, o Hospital Ophir Loyola (HOL) promove nova campanha para o cadastro de doadores voluntários de medula óssea nesta segunda-feira (13), de 08 às 17 horas, com uma unidade da Fundação Hemopa em frente ao hospital.

Em 2010, o REDOME (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea) atingiu a meta de um milhão de inscritos. A hematologista do HOL, Alessandra Bentes, afirma que apesar do número, as chances de obter um doador aparentado ficam apenas entre 25% e 35%. E para encontrar um doador não aparentado a dificuldade é maior. No Estado é de uma em 10 mil, e de uma em 100 mil em todo país. Nos bancos internacionais, a probabilidade de encontrar um doador compatível é ainda bem menor, sendo de uma em um milhão.

Somente no Pará, mais de 150 pacientes contam com a esperança de encontrar um doador compatível. "Em torno de 70% dos pacientes que têm necessidade de fazer um TMO, não conseguem um doador na família. Campanhas como as realizadas pelo Ophir Loyola são de extrema importância, pois aumentam as chances de quem precisa do procedimento para sobreviver e diminui a espera por um transplante", garante a hematologista.

Qualquer pessoa saudável com idade entre 18 e 55 anos é um doador em potencial. Basta ir à Fundação Hemopa e se cadastrar. Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5 ml para testes necessários e que vão indicar a compatibilidade entre o doador e o paciente.

Serviço

Campanha de cadastro de doadores voluntários de medula óssea.
Data: 13/12/10.
Horário: 8h às 17h.
Local: Unidade móvel do Hemopa, em frente ao HOL.

1 comentários:

Ministério disse...

Olá, blogueiro (a),
Salvar vidas por meio da palavra. Isso é possível.
Participe da Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Divulgue a importância do ato de doar. Para ser doador de órgãos, basta conversar com sua família e deixar clara a sua vontade. Não é preciso deixar nada por escrito, em nenhum documento.
Acesse www.doevida.com.br e saiba mais.
Para obter material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude