Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

No Pará, candidato mais votado para a Câmara dos Deputados pode ter registro cassado por compra de votos

 Wladimir Costa, que conseguiu reeleição como deputado federal, é acusado pelo Ministério Público Eleitoral de oferecer curso de informática com fins eleitoreiros

O Ministério Público Eleitoral (MPE) encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará representação em que acusa o candidato à reeleição como deputado federal Wladimir Afonso da Costa Rabelo, o mais votado no Estado para a Câmara dos Deputados, de oferecer gratuitamente cursos de informática para conseguir votos. Caso a Justiça considerá-lo culpado, Wladimir Costa poderá ficar impedido de tomar posse ou será cassado.

Segundo a representação, enviada ao TRE em na última sexta-feira, 12 de novembro, o candidato agiu com o apoio do irmão, Wlaudecir Antônio da Costa Rabelo, e de um funcionário de uma rádio em Itupiranga, no sudeste paraense. Alunos do curso de informática confirmaram ao MPE que propaganda feita por carro de som no município informava que Costa era o proprietário da rádio Jovem FM, onde o curso era oferecido.

O coordenador da rádio e coordenador da campanha do candidato, Murilo Santos Ferreira, afirmou que o curso era promovido pela própria sociedade W. A. C. Rabelo e Cia Ltda., permissionária da rádio.

O curso, oferecido gratuitamente a estudantes com mais de 15 anos de idade, começou em 12 de setembro, com previsão de término em 12 de dezembro. Segundo depoimentos de instrutores, 1180 alunos foram matriculados, sendo 840 na sede do município de Itupiranga e 340 no distrito de Cajazeiras.

“Embora a empresa permissionária da rádio responsável pelo curso não tenha, formalmente, como sócio o representado Wladimir Costa, a apuração realizada deixou claro que é de reconhecimento unânime no município a vinculação entre o candidato e a rádio, sendo ele tido como proprietário pelos habitantes do local”, observam os procuradores eleitorais André Sampaio Viana e Bruno Araújo Soares Valente no texto da representação.

Wladimir Costa foi o mais votado em Itupiranga, com 4.896 votos, o que representou 22,85% dos votos válidos no município. Segundo o MPE, os números revelam “o sucesso da empreitada ilícita”. Em todo o Estado, Costa teve um total de 236.514 votos.

A representação do MPE ao TRE ressalta que, para configurar-se compra de votos, não é necessário que haja pedido expresso de voto, bastando a evidência de que a vantagem foi oferecida para a obtenção da contrapartida.

Nº do processo: 309411.2010.614.0000 – TRE/PA

8 comentários:

Anônimo disse...

O que deve de ter prefeito gostando dessa história, vcs não fazem ideia.

Anônimo disse...

Esse vai cair sem pára-quedas.

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, tomara que se torne realidade!

Anônimo disse...

Voce colhe o que planta.

Anônimo disse...

Deus sempre foi pai, não padastro.

Anônimo disse...

Os prefeitos injustiçados pela rádio e TV devem estar articulando uma grande festa após a decisão da justiça. Aqui por exemplo, na região nordeste e sudeste, o grupo promete promover uma festa bancada pelos prefeitos, a população, ou distribuir cestas básicas.

Pensa numa mulher paciente para esperar. Pense.

Anônimo disse...

Será que Wlad sentiu tanta saudades de Jader que para se sensibilizar preferiu ser cassado para ficar solidário?

Anônimo disse...

Ei, Wlad, se te perguntarem durante a festa que voce vai realizar em Capanema,hoje, para comemorar a vitória na reeleição, voce vai falar o que sobre o pedido de cassação por parte do Ministério Público?

Será legal vê-lo comemorar o que será tirado de voce ainda este ano, ou no máximo no inicio do ano.

Pois é, Wald, comemore os últimos de mandato, pois voce vai ficar oito longos anos, longe da vida pública,e possívelmente impedido de exercer a qualquer cargo administrativo do poder público.

O que vc construiu, claro, em cima de muita lama começa a ruir, pois seu castelo de sonhos foi estruturado na beira do mar ou do mangue, e será levado para bem longe.

Nós, prefeitos, estamos esperando, sim, a decisão da justiça, pois voce foi injusto em diversos momentos quando esteve fazendo campanha ou utilizando algum meio de comunicação para falar asneira, tanto é que corre tanto processo contra você que a Transamazônica é pequeno para tanto papel de processos que você vai ter que responder, cedo ou tarde.

Que o diga, Wlad, uma desembargadora que você distratou.

Pense, pense no que você plantou, pois está colhendo tudo aos poucos, o ritmmo pode até acelerar, mas só vai depender de você.

Outro ponto que coloco. Caso seja cassado, reflita quando você voltar, pense com o coração, pois o teatro que você faz durante a campanha só engana quem não tem conhecimento do que está acontecendo no meio juridíco.

Penso também, que esse teatro, onde funcionou em Capanema, terra do meu querido amigo, também, prefeito, Eslon Martins, o qual você não foi louco o suficiente para falar da família dele, pense, pois o povo que não o conhece vai conhecê-lo quando dessa manchete explicita neste conceituado blog virar páginas em formato de jornal.

Para finalizar, espero que tenha discernimento para segurar o que você conquistou com o fruto do seu suor, ou não, cuide, pois ele pode começar a ruir após o TRE e TSE decidir.

Um feliz natal, se é que posso dizer isso, pra você e sua família.

Fique com Deus e Adeus....