Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Comentário do Mural de Recados

O internauta que assina, o comentário no Mural de Recados, Brasileiro deixou um recado interessante para os Paraenses.

Disse Brasileiro...

A trajetória do PSDB começou, no Pará, em 1990, quando o PSDB se aliou ao PT e ao PPS, e o PCdo B, PDT e afins. Os candidatos eram o Almir Gabriel - PSDB - e Raul Meireles - PT, vice, ao governo do Estado e Ademir Andrade - PSB - ao Senado. Era uma tentativa de unir "as esquerdas" contra as candidaturas de Jader Barbalho e Said Xerfan. É claro que ninguém foi eleito. Em 92, a candidatura Almir Gabriel empolgou pra prefeito de Belém.

Numa certa hora, o Almir renunciou à candidatura e o Jader pôs a Socorro Gomes pra competir com o Hélio Gueiros. Ora, ora, ora. Hélio foi eleito prefeito e em 2004, apoiou Almir Gabriel pra governador contra o Jarbas Passarinho apoiado pelo Jader. Nessa época, o PSDB ainda calçava as sandálias da humildade.

Em 2006, prefeitura de Belém. Ramiro Bentes, um poste apoiado por Gueiros e Elcione Barbalho, apoiada pelo Jader. Os dois se esculhambaram tanto que quem ganhou foi a terceira via, o feliz Edmilson Rodrigues.

Ele não ganhou, ele administrou a derrota dos concorrentes. Em 1998, calçado pelo menos com uma sandália da humildade, Almir reeleito disputando com Jader Barbalho. Em 2000, pra prefeitura de Belém, Zenaldo Coutinho - do PSDB - foi limado pra que Duciomar Costa ganhasse. Não ganhou. O feliz Edmilson se reelegeu. Bem, falta de 2002 pra cá.

0 comentários: