Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Fórum discute o desenvolvimento sustentável no Xingu

O desenvolvimento sustentável da região sobre influência direta e indireta da hidrelétrica de Belo Monte será debatido mais uma vez pela sociedade regional, autoridades do setor elétrico brasileiro, lideranças políticas e organizações do terceiro setor. As ações que podem levar a região a um crescimento econômico com justiça social e respeito ao meio ambiente serão debatidas no II Fórum Regional de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental da Transamazônica e Xingu, que acontece dia 24 de junho, em Altamira.

O evento é realizado pelo Fórum Regional de Desenvolvimento Econômico e Socioambiental da Transamazônica e Xingu (FORT Xingu), que congrega mais de 170 entidades da sociedade civil da região e que vem debatendo formas de desenvolvimento regional sustentável a partir da instalação da hidrelétrica de Belo Monte. No ano passado, evento semelhante reuniu mais de 300 lideranças em Altamira e contribuiu de forma decisiva para ações positivas, inclusive com garantias de investimentos, previstas no edital de licitação da usina.

O II Fórum Regional têm início às 07h30min, no Centro Empresarial de Altamira. Após o credenciamento, ocorrerá a mesa “Belo Monte: Oportunidades e Ameaças”, que debaterá temas como o Projeto Básico Ambiental (PBA) de Belo Monte e a ampliação do programa Luz Para Todos na região. Após o almoço, haverá Diligências da Comissão do Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado Federal e da Comissão da Câmara dos Deputados criada para acompanhar a instalaç&atild! e;o da hidrelétrica.

À noite, haverá um jantar em homenagem às personalidades que contribuíram para a concretização de Belo Monte e de outros projetos importantes para o desenvolvimento sustentável da região, como o asfaltamento da Transamazônica e a implantação do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Xingu. Será concedido o título “Amigo do desenvolvimento Sustentável da Transamazônica e Xingu” a estas personalidades, escolhidas pelas entidades representadas no FORT Xingu.

Para o presidente do FORT Xingu, Vilmar Soares, este segundo fórum regional de discussão dá continuidade ao primeiro e avança no sentido de concretizar as ações planejadas para a região. “O objetivo é buscar meios para começar colocar em prática o que já temos planejado para a região, que é muita coisa”, disse Vilmar, exemplificando que o primeiro evento foi decisivo para garantir as ações necessárias ao desenvolvimento regional. “Uma das conquistas foi a unificação das propostas em um amplo programa de desenvolvimento regional, o PDRS”, lembrou.

Este plano prevê investimentos em diversas áreas, desde a aceleração dos processos de licenciamento ambiental, passando pela regularização fundiária e chegando à melhoria da infraestrutura urbana das cidades. Outro resultado da união da sociedade regional em torno de objetivos comuns foi a inclusão no edital de licitação de Belo Monte da obrigatoriedade, por parte do consórcio vencedor, de investir R$ 500 milhões de reais no PDRS. “Sempre defendemos Belo Monte dentro de um contexto de investimentos no desenvolvimento regional sustentável e este fórum é mais um passo no sentido da concretização desta nossa luta”, finaliza Vilmar.


Fonte: Assessoria de Comunicação e Imprensa do FORT XIngu
Autor: Assessoria de Comunicação e Imprensa do FORT XIngu

0 comentários: