Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Prefeito de Ourém agride servidor público

O prefeito do município de Ourém, região nordeste do estado do Pará, Antonio Elias Oliveira – PMDB agrediu com dois socos o Coordenador de Assistência ao Estudante – CAE da Seduc, José Carlos Santos. O desentendimento aconteceu dentro da secretaria do estado do Pará, hoje, por volta de 11:30 quando o prefeito estava discutindo a possibilidade de aumento do valor repassado pelo estado para o transporte escolar do município.

Segundo um funcionário da Seduc, a prefeitura de Ourém recebe para a prestação do serviço de transporte escolar terceirizado, R$ 413 mil.

“A prefeitura de Ourém recebia antigamente R$ 90 mil pelo serviço do transporte escolar, hoje recebe R$ 413 mil, e o prefeito exigiu que o repasse fosse aumentado. Quando falei que faríamos uma audiência pública o prefeito ficou transtornado e partiu pra cima de José Carlos, que também, conversava com o prefeito”, relatou.

Segundo uma das testemunhas, o prefeito de Ourém, vêm articulando uma manobra política para manter a prestação do serviço do transporte escolar, em mãos de empresas de fachadas, ligadas a um grande empresário de Capanema.

“Nós não temos provas, mas provavelmente o prefeito esteja ligado a um grande empresário de Capanema que esta intermediando a merenda e o transporte escolar”, comentou.

Após agressão, o prefeito Elias e o servidor José Carlos foram escoltados por dois policiais militares até a delegacia do distrito de Icoaraci, mas chegando lá o sistema de comunicação da polícia civil estava fora do ar.

Segundo um dos policiais que escoltaram vitima e agressor, a opção foi se deslocar até Belém.

“Nós acompanhamos o prefeito Elias, mas o pneu da moto furou e nos perdemos do carro do agressor”, relatou o policial.

José Carlos foi indicado a comparecer a DIOE – Divisão de Investigação e Operações Especiais para fazer um BO – Boletim de Ocorrência contra o prefeito.

Segundo o delegado Vanildo Oliveira, após registrar queixa, o coordenador do CAE, José Carlos foi realizar exame de corpo de delito.

“Fizemos todo procedimento burocrático, depois solicitamos que fosse realizado exame de corpo de delito. Serão ouvidas três testemunhas”, relatou o delegado

O prefeito Elias será intimado a prestar esclarecimento ao delegado Vanildo, na próxima semana.

Prefeito desaparece

Segundo informações de policiais civis, o prefeito Elias vinha de Icoaraci para registrar ocorrência na delegacia do Bairro do Marco, mas o mesmo não chegou para registrar tal ocorrência.

Segundo o assessor de imprensa da policia civil, Walrimar, a delegada Mara Cristina Santos não teve conhecimento da presença do prefeito Elias na delegacia do bairro do Marco.

Por este contexto “provavelmente” o prefeito usou da astúcia para driblar as autoridades e a imprensa, que lotava as dependências da DIOE.


Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

1 comentários:

Anônimo disse...

Tem um filhote de Galego pela bucólica cidade vizinha?

Ainda bem que lá só batem... aqui em Capanema a coisa é feia.