Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

José Serra: O “nós contra eles” eleitoral brasileiro

Por: Pettersen Filho

Tão logo inaugurou o seu Rodo Anel Eleitoral, em São Paulo, ao deixar o Governo do, economicamente, Maior Estado do Brasil, semana passada, o Ex-governador, agora Candidato à Presidência da República pelo PSDB, José Serra, foi, logo, dando a exata dimensão do que o será a atual Corrida Presidencial no Brasil, explanando a sua idéia central sobre as eleições vindouras, e a sua estratégia: “Essas eleições não serão as do “Nós” (PSDB-Direita- subentende-se), contra “Eles” (PT/Governo/Esquerda), sentenciou.

Preocupado, tão logo se posicionou nas “Raias” eleitorais, como “Cavalo” predileto, com fama de ser bom de “Páreo”, sendo ele mesmo o “Jockey”, conduzindo um Programa de Governo, ainda não anunciado, como não poderia deixar de ser, mais focado à Direita, como Candidato, claramente, apoiado por uma Elite tradicional de “Bons Paulistas”, quem, nunca viram, ao longe, sem tramar-contra, o Brasil ser Governado, se não pela Política Destra que emana de São Paulo, justamente o Estado mais rico da Federação, profundamente entranhada, também, no ora Governo Lula, onde também influi, sem contudo, conseguir desvencilhar de tal “Imagem”, José Serra terá uma árdua tarefa pela frente, ao enxergar, ali, na “Raia” ao lado, inicialmente, posta como “Azarão”, a Candidata Oficial do Governo Lula, de, outrora, Passado Guerrilheiro, e de Resistência Armada ao Regime, Dilma Roussef, notoriamente, colocada, mais, à sua Esquerda, disparar, como franca favorita, ameaçando sobrepujá-lo, com um eventual Governo Continuista, de larga aceitação popular, logo na primeira curva da Pista

Guardando para si discurso que somente interessa a sua militância, evitando assumir o Debate Histórico que se trava no Brasil, há muitas décadas, de “Esquerda x Direita”, Nacionalistas contra Privatistas, ou de Progressistas contra Conservadores, sem, contudo, conseguir retirar a maquiagem de “Novo Liberal” que o cerca, desde que enviou as suas tropas militares, via Polícia Militar Estadual de São Paulo, atirar nos policiais civis em Greve, e espancar alunos e professores, na USP, José Serra, mesmo tendo ao seu favor o possível discurso, que “nunca antes, na História desse País”, os Sem Terra, do MST, e a CUT, dos “Trabalhadores no Poder” de Luis Inácio da Silva, foram tão módicos e conservadores, uma vez sintonizados com o Governo Lula, e por via transversa, a sua Candidata Dilma, sendo tão generosos com o Poder, deixando de “Ocupar, resistir, produzir”, em níveis nunca dantes vistos, pondo de lado o discurso ideológico do PT $A, ainda assim, tal dilema, na Campanha Eleitoral, jamais, passará, no calor dos debates, ao longo dos Palanques.

Profundamente sintonizado com os Cartéis do Poder, entranhado na Avenida Paulista e no próspero Vale do Anhangabaú, Paulista, parece-nos que na atual Campanha, será muito difícil ao Candidato Paulista, livrar-se do Estigma, por ele mesmo rejeitado, do “Nos contra Eles”.

Historicamente identificado com tudo que há de Conservador, no Brasil, uma Candidatura como a de José Serra, que alijou do Processo de Disputa Interna, por incontável arrogância e excesso de força bruta, a eventual Candidatura do Colega de Legenda, o Governador Aécio Neves, atropelado no Processo das Primárias Internas do Partido, nunca havidas, enquanto o PT, via Lula da $ilva, por seu turno, trata de atropelar, toda e qualquer, Candidatura que não saia dos seus quadros de interesses, que o digam Ciro Gomes e Marina da Silva, seus Ex-afetos, São Paulo, como Estado, quem já pegou em armas, em 1932, na “Re”-volução Contitucionalista, e quem já tramou contra a República, 64, por diversas vezes, para não ver o Centro Econômico-político, afastar-se, muito, das suas fronteiras divisórias, encontrará, por certo, diante de si, um Brasil mais heterogêneo, e critico, profundamente interessado na discussão, que fatalmente virá:

Do “Nós contra Eles”

Será ???

0 comentários: