Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Dia de vacinação contra gripe suína é exclusivo para jovens, gestantes, doentes e crianças

O Dia Nacional de Vacinação contra a Gripe H1N1 que está sendo realizado hoje (10) em todo o país é destinado exclusivamente a jovens de 20 a 29 anos, gestantes, pacientes crônicos com menos de 60 anos e crianças de seis meses a dois anos de idade. Quem não se enquadrar nesse grupo e procurar um posto de saúde está sendo orientado a voltar em outra data.

A comerciante Maria Aparecida Souza Soares, de 64 anos, e seu marido José Soares, de 71, procuraram o Centro de Saúde CSB 08, em Brasília, na manhã de hoje para se imunizar contra a influenza A (H1N1) – gripe suína, mas não puderam ser atendidos. A orientação dos profissionais de saúde foi para que eles voltassem depois do dia 24 de abril, quando começa o calendário de vacinação dos idosos.

“Cada hora é uma informação diferente, teremos que voltar outro dia. Meu trabalho está lá parado, eu fiquei mais de 30 minutos procurando um local para estacionar o carro, e chega aqui dizem que não é hoje. É uma falta de informação”, reclamou Maria Aparecida, garantindo que, mesmo assim, eles não vão deixar de tomar a vacina em outro dia.

A enfermeira Susana da Matta explicou que o posto só está atendendo as pessoas incluídas no calendário de hoje, e orienta as demais pessoas a voltar em outra data. “Estamos seguindo o cronograma elaborado pelo Ministério da Saúde. Foi feito um estudo baseado na situação epidemiológica da pandemia de 2009 e na incidência por faixa etária dos casos mais graves que aconteceram. Em cima disso, foi estabelecido esse cronograma de vacinação”, explica.

De acordo com o Ministério da Saúde, os critérios para definição dos grupos prioritários levaram em conta as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), os dados epidemiológicos observados na primeira onda da pandemia no Brasil e a experiência dos países do Hemisfério Norte.

Os grupos prioritários são aqueles que têm o maior risco de desenvolver formas graves da doença e de morrer. Eles foram definidos pelo Ministério da Saúde em consenso com sociedades científicas, entidades de classe e representantes de estados e municípios.

O Ministério ainda não definiu se as pessoas que estão fora do calendário de vacinação poderão ser vacinadas depois. Até agora, foram adquiridos 113 milhões de doses para vacinar 91 milhões de pessoas contra gripe pandêmica.


Fonte: AGBR
Autor: AGBR

0 comentários: