Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Presidente do Ipea estará em Belém para convênio com o governo estadual

O presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann , um dos mais renomados economistas do país, estará em Belém nesta sexta-feira, dia 5, para assinatura de convênio com o governo do Pará, para instalação de sede regional da entidade em Belém. Será a primeira representação do Ipea fora de sua sede, em Brasília. A regional funcionará no Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Estado do Pará (Idesp). Além de Pochmann, estarão presentes no evento de assinatura do convênio a governadora do estado, Ana Júlia Carepa, e do Idesp, José Raimundo Trindade, no dia 5 de março, às 9 horas, no auditório do Banco da Amazônia (Av. Presidente Vargas, nº 800, 15º andar, Campina).

Depois da assinatura do termo de cooperação que abre oficialmente uma representação do Ipea na região Norte, Ana Júlia fará uma exposição sobre a situação econômica e social de seu estado, e Pochmann dará palestra ressaltando a importância dos estados da região e a necessidade de planejar o desenvolvimento, em mais uma edição do ciclo de debates “Diálogos sobre Desenvolvimento”, que trará como tema as “Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional”. O Ipea, assim como o Idesp, são entidades que fornecem suporte técnico e institucional às ações governamentais, para a formulação e reformulação de políticas públicas, irão ficar ainda mais próximos.

O Ipea, por meio do programa ProRedes/Anipes já vêm trocando informações e definindo linhas de pesquisas mais aprofundadas com outras instituições similares e acadêmicas da região Norte do Brasil. No entanto, a capital paraense foi escolhida para instalação da subsede da entidade. O convênio será mais uma contribuição às pesquisas sobre a conjuntura paraense. O Ipea, entidade de pesquisa ligada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, irá repassar ao Idesp as metodologias de cálculo de indicadores como PIB potencial e Indicador de Sensibilidade Empresarial (CENSOR), assim como ampliando a qualidade da capacidade analítica do Idesp.

O evento em Belém terá ainda a doação, por parte do Ipea, de vários livros produzidos por técnicos do Instituto à Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Pará (UFPA). Marcio Pochmann é economista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com especialização em ciências políticas e em relações do trabalho. É doutor em economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Docente da Unicamp desde 1995, Pochmann é professor livre docente licenciado na área de economia social e do trabalho e também pesquisador do Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho da Unicamp desde 1989.

Foi diretor-executivo do centro entre 1997 e 1998. Também já foi consultor do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e de organismos multilaterais das Nações Unidas, como a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Foi ainda secretário municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade de São Paulo entre 2001 e 2004. Já escreveu e organizou mais de 30 livros, entre eles A Década dos Mitos, vencedor do Prêmio Jabuti na área de economia em 2002, e a série Atlas da Exclusão no Brasil. É membro do Grupo de Peritos sobre a taxação de fluxos financeiros. O grupo foi criado em outubro de 2009 por um conjunto de 12 países, entre os quais Brasil, França, Chile, Espanha, Alemanha e Reino Unido para apresentar a viabilidade técnica e política do impostos.


Fonte: IDESP
Autor: EDESP

0 comentários: