Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Não valorize agressões

Como você costuma se comportar diante das agressões?

Você as valoriza ou não?

O seu cotidiano será sempre marcado por situações de variados níveis de gravidade.

Você estará sempre a braços com as correntezas diárias de satisfação ou de tormento que o alcançam para fazê-lo crescer para Deus.

Em meio aos episódios todos que você vivência está a agressão entre os indivíduos que se esbarram a todo momento pelas vias comuns.

Sem dúvida, você também participa de um modo ou de outro dessa verdadeira tomada humana, cabendo-lhe, no entanto, realizar esforços por superar essas ondas perturbadoras.

Tenha cuidado com o mau humor de familiares, de amigos próximos, do chefe ou do empregado. Não lhes passe recibo.

É muito comum que a pessoa deseje dar ou receber explicações em situações assim. Os resultados costumam ser desastrosos.

Quando veja alguém nas crises de mau humor, ore por ele e busque entender como tratá-lo, como abordá-lo, para que não haja desentendimentos desnecessários. Você sairá sempre feliz desses episódios, se adotar essas providências.

Nessas horas, fale o mínimo, module com tranqüilidade a própria voz. Não esqueça, porém, de vibrar pelos que estão mal sintonizados.

Quando receba agressões no movimento de veículos, no trânsito, não revide, pense no bem e avance em seu caminho. Evite discutir, evite explosões temperamentais, evite atirar ameaças em nome da irritação.

Você nunca sabe com quem está falando, se é com uma alma serena que cometeu, por um momento, algum equívoco, que se calará frente à sua irritação; ou se está se dirigindo a alguém de temperamento também explosivo, que resolve tudo no braço ou com o uso de armas.

Recorde-se de que Jesus exaltou a mansuetude e a paz, ao enunciar as bem-aventuranças.

Busque tranqüilizar-se, fazendo esforços por não sintonizar com níveis de fluidos corrompidos onde se vinculam entidades de péssima índole, sejam encarnadas ou não.

Procure preservar boa relação com seus patrões, com seus empregados, com seus companheiros de oficina de trabalho.

Nada consegue recompensar a alegria e a paz íntima que você sente, cada vez que se doma a si mesmo, demonstrando superioridade espiritual pela capacidade de não valorizar o mal.

Em cada situação complexa em qualquer área ou momento da sua vida, aja sempre da melhor forma, evocando o equilíbrio que você quer desenvolver pensando nas bênçãos da paz almejadas.

Passados os momentos das ocorrências, sejam quais forem, você sentirá saudável atmosfera de harmonia e de segurança espiritual, com a alma iluminada pelo ideal do bem, sem guardar remorsos, sem reter mágoas, sem se perturbar.

Confie no bem e faça o bem, a fim de que você se transforme num pólo de equilíbrio a balizar a marcha humana de tanta gente.

O homem, que no mundo ocupa elevada posição, não se julga ofendido com os insultos daquele a quem considera seu inferior. O mesmo se dá com o que, no mundo moral, se eleva acima da humanidade material. Este compreende que o ódio e o rancor só o rebaixariam.

Com base no cap. 18 do livro Para uso Diário.

0 comentários: