Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Depois do aluno jacaré e da ecoaula, agora é aluno morcego

“Como nunca antes visto na história desse país, o governo do Estado, pelo descaso com que trata a educação, vem originando diversas modalidades de alunos no Pará. Agora é a vez do aluno morcego; estudantes que são obrigados a assistir aula no escuro, por falta de energia elétrica nas escolas. Isso é um absurdo sem tamanho. Não se pode dar esse tratamento à educação”, declara Megale.

O deputado tucano vem denunciando a situação precária da educação há muito tempo. Da tribuna, ele divulgou a existência do aluno jacaré; estudantes que, por falta de carteiras, assistem aula em pé, ou pior, deitada nas salas de aula.

Megale também denunciou a chamada ecoaula. Em diversas escolas do interior do Estado, por causa da situação crítica dos prédios, os alunos são obrigados a assistir aulas embaixo de árvores.

Agora é o aluno morcego. A denúncia veio do Senado. Flexa Ribeiro e Mário Couto relataram a situação vivida em São Domingos do Araguaia. O governo já teria feito uma reforma no prédio da escola, mas que de nada adiantou.

Enquanto isso os alunos sofrem com as falhas no abastecimento de energia elétrica.

0 comentários: