Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Renegociação de dívidas rurais precisam ser feitas até 31 de maio

Produtores inadimplentes junto às agências financeiras têm até o dia 31 de maio para aderir a nova decisão do Conselho Monetário Nacional promulgada no mês de dezembro de 2009, que trata sobre acesso ao crédito. Os maiores problemas estão concentrados nos financiamentos concedidos basicamente entre os anos de 2007 e 2008, com créditos acessados por meio do Programa Nacional de Apoio à Agricultura Familiar (Pronaf-a), que garante até R$ 1.500,00 por família e o pronaf-b até R$ 7.500,00 por família para fomento, custeio e infraestrutura.

O produtor que quitar sua dívida, mesmo estando vinculado a uma associação inadimplente, pode acessar recursos do Programa Nacional de Apoio à Agricultura Familiar (Pronaf), informou o gerente geral do Banco da Amazônia (Basa) em São Miguel do Guamá, Gleidson Guimarães, durante a plenária que reuniu durante três dias na sede municipal representantes de 20 municípios que formam o Colegiado de Desenvolvimento Territorial (Codeter).

No evento foram discutidos o Plano Safra, a nova lei que rege a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e a definição dos projetos que receberão apoio do Programa Nacional de Apoio aos Territórios (Pronat) 2010, que tem disponíveis R$ 1,1 milhão.

Segundo o representante do Basa, é fundamental que as parcerias com os órgãos públicos, associações e cooperativas sejam efetivadas, visto que um dos grandes prejuízos para os municípios, quando se trata de acesso ao crédito, está nas fraudes.

Josélio Riker, coordenador do grupo técnico que trabalha o Plano Safra com a inclusão da renegociação de dívidas, reafirmou a necessidade de o Conselho Estadual do Desenvolvimento Rural atuar em conjunto com as instituições financeiras. "É dentro dos conselhos que fazemos essas decisões. Toda a política estadual relacionada à agropecuária para a agricultura familiar é coordenada pelo CEDRS", disse Riker.

Encaminhamentos - Cinco propostas para atender o Território Nordeste foram definidas pela plenária, incluindo como prioridades o processamento da goiaba em Dom Eliseu, a construção de centro de alevinagem (para piscicultura) e aquisição de tratores. Os projetos serão apresentados ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). As discussões acontecem em todos os oito Territórios da Cidadania no Pará.

A Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) distribuirá neste ano 116 toneladas de feijão caupi. Cooperativas e associações que tiverem interesse em multiplicar as sementes para os seus associados precisam se inscrever e procurar orientações com os gerentes regionais da Sagri, nos 10 escritórios regionais

A Secretaria adotou uma nova estratégia na distribuição das sementes básicas, que têm alto poder germinativo. Parte do produto que chegará ao agricultor, além de garantir o consumo próprio, garantirá o plantio por até três safras.

Serviço: Mais informações sobre a distribuição de sementes na Gerência de Grãos e Tubérculos - (91) 4006-1283. Acesso ao Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS) cedrs@sagri.pa.gov.br, ou pelos telefones - 4006-1269/1286.


Fonte: Sagri
Autor: Sagri

0 comentários: