Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Sefa diz que arrecadação do Pará cresceu 2,8% em 2009

A arrecadação própria do Estado teve um crescimento real de 2,8% em comparação ao ano de 2008. Em 2009, a arrecadação chegou a R$ 5.012.756,92, enquanto que, em 2008, foi de R$ 4.875.927,15, informou o secretário da Fazenda (Sefa) Vando Vidal, em coletiva realizada hoje (22).

O ICMS é o principal componente da receita própria estadual, e, em valores corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apresentou um crescimento de 3,1% entre 2008 e 2009, atingindo um montante de R$4.604.300,37 bilhões, enquanto no ano passado o ICMS gerou R$ 4.465.375,13 bilhões.

Os segmentos de combustíveis, comunicação e energia, respondem por 42,2% do total da arrecadação de ICMS. No desempenho da arrecadação de 2009 merece destaque o crescimento de 7,3% no setor de comunicação.
O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), cresceu 11,3%, em termos reais, passando de R$ 194.735,40 milhões em 2008, para R$ 216.727,66 milhões em 2009.

Os dados do Confaz mostram que, de janeiro a novembro a arrecadação de ICMS do Pará cresceu 2,45% em valores reais ou 7,74% em valores nominais, e o estado apresentou a quinta maior taxa de crescimento em comparação com as demais unidades da federação, passando da 15ª posição para a 13ª no ranking nacional, em volume de arrecadação.

Perspectivas - Para o secretário Vando Vidal, as perspectivas para 2010 se mostram mais favoráveis em relação a 2009, por causa da diminuição dos efeitos da crise econômica internacional e a retomada do crescimento econômico. Entretanto, diz ele, há muitos desafios a serem vencidos.

Um deles é "aumentar substancialmente a arrecadação, utilizando instrumentos como planejamento, tecnologia, ações jurídico-institucionais, educação fiscal, ampliação do conhecimento e outros que visem qualificar ainda mais nossa atuação no âmbito da receita própria".

"O ano de 2009 foi difícil, pois a crise financeira internacional se abateu também sobre o país e sobre nosso estado, e afetou por vários meses, negativamente, nossa atuação. A Sefa esteve sob muita pressão, pois da realização de nossa missão, que é gerir a política fazendária, dependem todas as outras missões que conformam o Governo. Esta constatação nos relembra quão importante é o nosso trabalho e quão valorizados precisam ser os trabalhadores ligados à gestão fazendária", afirma Vidal.

Segundo o secretário o trabalho em equipe permitiu superar nossas metas na arrecadação da receita própria e, por outro lado, alimentar com recursos a implementação das políticas públicas do Governo Popular, cumprindo e superando os indicadores de aplicação de recursos em saúde e educação, por exemplo, bem como, cumprindo os repasses determinados por lei para os outros poderes e todos os municípios".


Fonte: Sefa
Autor: Sefa

0 comentários: