Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Pressão política derruba diretor da 4ª Regional

Por Paulo ZILDENE

O ex-vereador de Capanema, principal cidade do nordeste do estado do Pará, Marcelo Pierre – PMDB fez pressão política dentro da executiva estadual e na Casa Civil para forçar a saída de José Medeiros, diretor da 4ª Regional da Sespa. Após uma forte campanha de e-mails e telefonemas a Casa Civil, Pierre fez algumas exigências a governadora Ana Júlia- PT. Entre os pedidos, a troca do diretor que foi indicação do ex-parlamentar.

Lembrando que a 4ª Regional foi disponibilizado pela governadora a Pierre no inicio do mandato. Mas, por algum motivo o amigo de Ana Júlia perdeu a saúde na região.

Por outro lado o ex-diretor vinha fazendo excelente trabalho a frente da Sespa, tanto é que a secretária de Saúde do estado, Silvia Cumaru chegou a elogiar por diversas vezes o trabalho de Medeiros.

Ao ficar sabendo que estava na ponta do precipício para despencar, Medeiros procurou ajuda política, em diversos partidos aliado ao governo, para não perder o cargo.

Desentendimento

O desgaste entre Pierre e José Medeiros iniciou após derrota nas urnas a vereador em 2008. De lá pra cá a amizade entre os dois começou a desmoronar.

Ataque e defesa

Pierre aponta que Medeiros o abandonou após a derrota nas últimas eleições, segundo fontes próximas a Pierre. Na outra ponta Medeiros diz que fez tudo o que podia para reelegê-lo vereador e que não o abandonou.

Desligamento

Na segunda-feira [14] já estava decretada a demissão de José Medeiros, mas o signatário do Blog não podia noticiar o fato por que ficava deselegante o ex-diretor ter conhecimento de seu afastamento pela imprensa.

Com a saída de Medeiros, a Sespa passou a ter novo comando político. Sai Marcelo Pierre para o deputado estadual Eduardo Costa - PTB assumir a administração da saúde na região nordeste do estado.

Eduardo Costa a frente da pasta tinha duas opções. Indicar José Medeiros para o IMEP – Instituto de Metrologia, ou colocá-lo para administrar a endemias. Pelo acordo a segunda opção foi à escolhida.

Para ter uma pessoa política à frente da 4ª Regional, Eduardo Costa – PTB remanejou o diretor do IMEP, Emílio Bernardo. E para o IMEP Pulga Rebelo.

A mudança oficial acontece no dia 1º de fevereiro.

Poder

Mas, o poder de Marcelo Pierre não pára por aí. Outras mudanças foram provocas pelo ex-parlamentar.

Após 20 anos no peemedebe, o ex-presidente da executiva municipal em Capanema, Nelson Oliveira foi destituído do cargo via fax pelo todo poderoso Jader Barbalho - PMDB. Sim, isso mesmo, Nelson foi outro que tentou medir força política com Marcelo Pierre. O resultado disso? Nelson foi expurgado duplamente.

Explico. Além de perder a executiva municipal, Nelson provavelmente deixará a diretoria da regional do DETRAN.

Há informações de bastidores que na negociação da 4ª Regional da Sespa, Pierre ficasse com o DETRAN.

Mas, Pierre não ficará só com o órgão público. Ele assumiu a presidência da executiva municipal provisória do PMDB em Capanema.

Para quem imaginava que o ex-parlamentar estava esquecido no ostracismo deve ter ficado surpreso com as mudanças no cenário político na região nordeste.

Mas, por um lado, a campanha para mudar o desenho político em Capanema teve um preço alto para Marcelo.

O estoque de solicitações a governadora Ana Júlia Carepa está esgotado. Pelo menos até o mês de julho, época que inicia a corrida eleitoral ao governo.

Saquinho da maldade

E não pára por aí as mudanças que Marcelo Pierre iniciou na região nordeste.

Para quem fez da vida do ex-parlamentar um inferno, no passado, terá o troco corrigido com juros e correções monetárias.

“Não vou ficar surpreso se souber que o pátio de apreensão e retenção de veículos, inclusive as motocicletas, no DETRAN fique lotado de uma hora pra outra. Basta uma irregularidade para que isso aconteça. Quem viver verá”, disse fontes do Blog próximo ao ex-vereador.

0 comentários: