Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Operação Ventania descobre empresas fantasmas no Pará

Foi bloqueada, na manhã de ontem (12), pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), uma empresa madeireira de Dom Eliseu, por ter solicitado créditos de madeira que não existiam. A fiscalização da Sema comprovou que a empresa que protocolou o pedido é fantasma - tem registro jurídico mas não existe fisicamente. No endereço cadastrado, não há sequer um galpão.

Fraude - Duas empresas protocolaram nos dias 21 e 23 de dezembro de 2009, pela mesma procuradora, o pedido de lançamento de créditos de madeiras beneficiadas de ipê e maçaranduba compradas de empresas do Maranhão. Porém, durante a análise dos documentos, a Gesflora percebeu erros na nota fiscal, e solicitou fiscalização onde deveriam estar as madeiras beneficiadas (caixilhos de portas e dekings).

No local, os fiscais da Sema perceberam que não havia madeira nem espaço físico para armazenamento. Imediatamente, a empresa foi bloqueada e a partir de agora, não poderá comprar, vender nem transportar produtos florestais. Outras firmas que tiverem relação com essa empresa também serão investigadas.

Esse novo procedimento instituído pela Sema, visa impedir o ‘esquentamento' de madeira no Pará: a empresa adquire nota fiscal de madeira que não existe e uma vez com os créditos na pasta, retira madeira ilegal do estado. "Vamos impedir que isso aconteça para evitar fraudes e proteger o setor produtivo do estado que trabalha dentro da legalidade", afirma o secretário de Meio Ambiente, Aníbal Picanço.


Fonte: Sema

0 comentários: