Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Reunião secreta

Por Paulo Zildene

A governadora do Pará, Ana Júlia Carepa [PT-DS] está reunida neste exato momento, com a base de apoio na Alepa – Assembléia Legislativa, para decidir se mantém a chapa a reeleição [Domingos Juvenil – PMDB e Eduardo Costa – PTB na vice-presidência] ou se lança candidato próprio para tentar engessar o PSDB que insiste em ser vice na chapa de Juvenil, com ordem expressa de Simão Jatene, mas com anuência de Jader Barbalho.

Se o governo mantiver a chapa própria, o PMDB sai da base de sustentação do governo. Uma fonte ligada ao blog revelou agora pouco, que o G8 não ficaria com o governo; isso significa que Ana Júlia perde espaço no legislativo.


Leia mais...

Alencar é internado em São Paulo com dores abdominais

O vice-presidente da República, José Alencar, permanece internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por causa de fortes dores abdominais.

José Alencar se sentiu mal, com fortes dores na barriga, quando participava da cerimônia de formatura dos cadetes da Academia Militar de Agulhas Negras, em Resende (RJ), na tarde de ontem (29).

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Alencar passou por uma bateria de exames e o diagnóstico médico revelou que o vice-presidente teve uma enterite, inflamação no intestino delgado.

O vice-presidente está sendo assistido pelos médicos Paulo Hoff, Roberto Kalil Filho e Marcelo Cerqueira César Machado.

O vice-presidente da República, José Alencar, esteve internado no Sírio-Libanês em setembro passado, quando foi submetido a uma cirurgia


Fonte: Agência Brasil

Novas regras para atendimento começam a valer a partir de amanhã

Quem já precisou resolver um problema com alguma empresa ou prestadora de serviço pelo telefone sabe que, muitas vezes, o tempo de espera é grande e a demora para ser atendido costuma tirar a paciência de muitos consumidores. Mas a partir de amanhã (1º), os Serviços de Atendimento ao Consumidor (SACs) terão novas regras.

Com a entrada em vigor do Decreto 6.523/08, o consumidor não deverá esperar mais do que um minuto para ser atendido. Ao ligar para um SAC, o consumidor deve ter a opção, logo no primeiro menu eletrônico e em todas as suas subdivisões, de falar diretamente com o atendente, sem ter que fornecer seus dados antes.

O serviço deve funcionar todos os dias durante 24 horas. O pedido de cancelamento de um serviço deve ser registrado imediatamente e os efeitos do cancelamento também devem ser imediatos.

As determinações valem para setores regulados pelo governo, como os serviços de telecomunicações, instituições financeiras, companhias aéreas, transportes terrestres, planos de saúde, serviços de água e energia elétrica. As regras não valem para oferta e contratação de produtos e serviços realizados pelo telefone.

O decreto também prevê que os consumidores poderão pedir, em um prazo de 72 horas, cópia da gravação do atendimento, que poderá ser usada para posteriores reclamações nos órgãos de defesa do consumidor. As gravações devem ser mantidas por 90 dias.

Quem não receber o atendimento adequado poderá denunciar ao Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC), Ministérios Públicos, Procons, Defensorias Públicas e entidades civis que representam a área.

Fonte: Agência Brasil

A crise pode ser ou não uma crise

Por Onofre Ribeiro

Nesta semana participei de dois eventos e em ambos falou-se em crise. O primeiro, o encontro nacional de revistas, realizado na terça-feira, em São Paulo. O segundo foi uma palestra que fiz em Cáceres para estudantes da Universidade Estadual de Mato Grosso – Unemat. Em São Paulo, palestrantes brasileiros, norte-americanos e europeus falaram do futuro das revistas e de certo modo da mídia impressa no mundo. Na Europa e nos Estados Unidos, eles já lidam com um certo perfil domesticado da crise financeira mundial. Não existe desânimo, até porque a percepção lá é que se pode reduzir muito os custos, valorizando mais a revista e o jornal digitais do que os impressos. Não que estes vão desaparecer. Mas a percepção do futuro é a de que a mídia digital e a impressa vão conviver, mas com ampla vantagem para a digital.

Também a linguagem terá que mudar. Enquanto a linguagem da revista impressa é muito mais formal e tem que obedecer às regras consagradas, a versão digital da mesma revista poderá ser muito diferente e ter uma linguagem própria e muito mais informal. Aliás, a percepção é a de que os leitores estão muito mais afinados com a narrativa pessoal do que com a narrativa só jornalística e formal como hoje se usa.

Mas, com relação à crise, não se falou nela. A visão de futuro é de futuro, com algumas restrições e adaptações. Já em Cáceres, numa palestra para acadêmicos de Ciências Contábeis e de Direito, da Unemat, toquei no tema da crise na visão de que haverá restrições econômicas ao longo de 2009, mas numa proporção imprevisível. Contudo, a expectativa, é a de que o mundo precisará se alimentar e precisará de energia para a produção em todos os setores. Com dificuldades de manter a agricultura e a pecuária altamente subsidiadas como hoje, é de esperar que capitais internacionais migrem para as áreas de produção de carnes, de grãos e de biocombustíveis em outras regiões do mundo. Como isso se dará, ainda não se sabe com exatidão, porque a crise ainda não definiu completamente o seu caráter, toda a sua extensão e alcance.

Ao final do evento, fomos jantar com empresários locais, e a conversa continuou no tema da crise. No fundo, ninguém acredita que estejamos diante do apocalipse que se anunciou no primeiro momento da crise norte-americana. Espera-se que o Brasil e, em particular, Mato Grosso, reajam bem. Mato Grosso pela posse do ativo da terra, do conhecimento de produção, penalizado apenas pela falta de capital suficiente para ampliar o uso de tecnologia e de insumos para alcançar a produtividade histórica já conquistada em safras anteriores.


Hoje, depois disso tudo, das leituras, das conversas e da percepção da História, não saberia o que dizer sobre a crise mundial em relação a nós aqui do Brasil, do Centro-Oeste de Mato Grosso. Exceto uma única observação, que talvez possa servir de consolo para a minha ignorância econômica: por detrás da crise financeira, está nascendo uma nova sociedade com novos comportamentos que podem resultar numa nova ordem mundial. Só, por enquanto!

Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e das revistas RDM e Centro-Oeste

onofreribeiro@terra.com.br

Projeto limita doações e cria reembolso para gastos de campanha

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4263/08, do deputado Flávio Dino (PCdoB-MA), que limita doações e gastos de campanhas eleitorais. Pela proposta, o limite máximo para empresas será de R$ 500 mil em doações, somados todos os candidatos que ela queira apoiar em um período eleitoral. No caso de pessoa física, esse limite será de R$ 50 mil.

A proposta também institui um reembolso, pela Justiça Eleitoral, de 30% dos gastos de candidatos eleitos e dos que obtiveram contagem de votos expressiva. "O reembolso é um forte estímulo econômico à plena contabilização das doações e contribuições, sendo, portanto, um passo a mais no combate ao chamado caixa dois", afirma o deputado.

Segundo Flávio Dino, a proposta caminha em direção ao financiamento público de campanha, ao mesmo tempo em que mantém a permissão para que pessoas físicas e jurídicas façam contribuições.

Limites de doação

A proposta altera a Lei Eleitoral (9.504/97) e define uma série de regras e limites para as doações. Atualmente, o limite para gastos de campanha precisa ser definido pela Justiça Eleitoral a cada pleito. O projeto, no entanto, limita os gastos ao valor das últimas eleições nacionais em 2006 e municipais em 2008. Esses valores passariam apenas a ser reajustados pela Justiça.

Segundo o projeto, os partidos deverão informar os gastos programados, e haverá multa pelo descumprimento de qualquer norma, no valor de 10 a 50 vezes o valor que exceda os limites fixados.

O limite para doação varia de acordo com o faturamento da empresa ou os rendimentos pessoais do doador. São 10%, 5% ou 2% dos rendimentos anuais os limites para pessoas que ganhem até R$ 15 mil, até 50 mil, ou acima disso, respectivamente. Para empresas, as faixas são de 2%, 1% e 0,5% para faturamentos anuais brutos que sejam de até R$ 240 mil, até R$ 2,4 milhões, ou acima disso, respectivamente. Independentemente de renda ou faturamento, o teto máximo para doações será de R$ 50 mil para pessoas físicas e R$ 500 mil para empresas.

Reembolso

O orçamento da Justiça Eleitoral trará recursos para reembolsar até 30% dos gastos de campanha, sejam doações ou recursos do próprio candidato. Farão jus ao reembolso os deputados e vereadores eleitos, assim como os 10 primeiros suplentes de cada partido. Da mesma forma, o presidente, os governadores e os prefeitos eleitos terão direito aos recursos, além dos candidatos derrotados que tenham conseguido pelo menos 3% dos votos válidos naquela eleição.

Fonte: Câmara Federal

“Credibilidade se constrói com profissionalismo, responsabilidade e respeito pela notícia”


-=-=-=---=--=-=--


Paulo Zildene, editor do blog e do portal Jornalismo Político, ao se referir à repercussão dos artigos do blog, no legislativo do estado do Pará.



Textos do blog repercutiram na Alepa em 2008

No dia 22/04/2008, os artigos do blog ganharam força na Alepa – Assembléia Legislativa do Estado do Pará. Após levantamento minucioso de tudo que foi licitado em dispensa e inexigibilidade de licitação no exercício de 2007, no âmbito de todas as secretarias de estado, na administração da governadora Ana Júlia Carepa [PT-DS], o blog passou a ser fonte de leitura obrigatória no legislativo estadual, câmara e senado federal.

O discurso proferido pelo deputado estadual José Megale - PSDB repercutiu, não só no estado, mas em outras esferas do poder público.

O líder da oposição na casa de Leis subiu a tribuna com diversos textos do blog para repudiar o desperdício do erário público.

O blog reviu os arquivos na Alepa e constatou que foi a primeira vez na história da Alepa que um deputado fez discurso baseado em fontes de um blog.

Confira o discurso concedido gentilmente pela Assembléia Legislativa do Estado do Pará ao Blog Jornalismo Polítco.


Clique 01, 02 e 03



Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

A frase da semana

“Se eu tivesse que escolher entre fazer o concurso nesse governo ou no próximo; eu faria nesse, pois o ator que foi objeto de fortíssimos indícios de fraude no concurso no passado realizado pelo instituo Ágata é o mesmo ator com contrato renovado no novo governo”


-=-=-=-=-=-=-=-=-=--=-=-

Marcelo Pierre - PMDB, em pronunciamento, na sessão de hoje, no legislativo de Capanema, no Pará


Sites em Capanema divulgam notícia distorcida

A notícia da suspensão do concurso público, que seria realizado no dia 29 deste mês, no município de Capanema, no Pará, pegou de surpresa centenas de candidatos que fariam as provas na esperança de alcançar instabilidade de emprego como servidor público.

O Blog como sempre saiu à frente divulgando os fatos com exclusividade. A notícia se espalhou rapidamente em Capanema.

Alguns sites divulgaram, também, à notícia após o blog, mas o Portal Capanema, na pressa de divulgar os fatos, fez uma chamada de capa, como está até hoje “CONCURSO PÚBLICO: CANCELADO”, na cor vermelha.

A justiça não “Cancelou”, ela simplesmente “Suspendeu”, o concurso; por ferir o art. 100 da Lei Orgânica do Município.

O dicionário Aurélio define:

Cancelar: riscar; anular; inutilizar; excluir; eliminar; banir; concluir, fechar, encerrar (um processo); tornar sem efeito, por meio de declaração.

Suspender: deixar pendente; interromper temporariamente; impedir por algum tempo a publicação de.

Além da notícia distorcida, que provocou pânico em quem fez as inscrições das provas, o início da matéria está igual o que foi veiculado no blog.

Os candidatos inscritos no concurso podem ficar despreocupados, a empresa Destak vai administrar o concurso cumprindo todas as cláusulas do edital.

A data das provas está marcada para o dia 12/01/2009, já na administração do prefeito eleito Eslon Aguiar. Resta saber se ele vai realizar ou não o concurso público para preencher as vagas ociosas na prefeitura.




Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Nota de esclarecimento

A PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPANEMA e SISTEMA DE ENSINO DESTAK informam aos candidatos inscritos no Concurso Público nº01/2008 que as provas objetivas que seriam aplicadas no dia 29 de novembro, serão realizadas no dia 12.01.2009, nos turnos da manhã e tarde, cumprindo assim, o prazo estabelecido no art. 100 da Lei Orgânica Municipal.

As demais disposições constantes no Edital do concurso ficam mantidas.


Leia na integra aqui

Novo casamento político em Capanema

Está selado e sacramentado o casamento político entre o deputado do estadual do Pará, Eduardo Costa – PTB com o 1ª suplente de deputado estadual, Claudionor Moreira – PPS para a corrida eleitoral em 2010. O acordo de fazerem campanha juntos foi definido essa semana.

Segundo Eduardo Costa e Claudionor, a corrida aos votos inicia em janeiro de 2009.

“Nós vamos montar uma estratégia para percorrermos o nordeste paraense em janeiro de 2009. É muito salutar essa união”, disse Claudionor ao blog.

Eduardo Costa vem pleitear uma vaga no legislativo federal e Claudionor o legislativo estadual.

Pela conversa de bastidores que o signatário teve com os dois candidatos, em 2010, não importa se os acordos de campanha a executivo municipal serão ou não acordados, o que importa é que os dois irão fazer a junção em prol de dividir os interesses de ambos: os votos.

A somatória dos votos dos dois candidatos pode chegar a 30 mil, sem contar o que será captado em 2010.

Esse quantitativo é suficiente para eleger Claudionor. E 30 mil votos é uma somatória considerada para chegar a Câmara Federal.



Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Deputados debatem desenvolvimento econômico com “desmatamento zero”

O Estado do Pará tem condições de aliar desenvolvimento econômico à preservação ambiental. Esta foi a principal idéia defendida hoje em Sessão Especial realizada na Assembléia Legislativa. O objetivo da sessão, proposta pelo deputado Márcio Miranda, foi apresentar e debater, entre os poderes constituídos, o “Projeto Preservar: desmatamento zero”, que prevê incremento no setor produtivo sem desmatamento.

Para explanar sobre o “Projeto Preservar”, a Alepa convidou o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), Carlos Xavier, vice-presidente do Instituto Alerta Pará. De acordo com Xavier, a organização defende a expansão do agronegócio através da utilização racional de áreas antropizadas. O instituto foi criado em 2008, por criada por empresários e trabalhadores do setor produtivo, profissionais liberais, instituições de ensino e pesquisa, e lideranças políticas.

“Nossa proposta hoje é conhecer o ‘Projeto Preservar’ e entender melhor as idéias defendidas pelo Alerta Pará, para debater e contribuir com a apresentação de sugestões que possam colaborar efetivamente para adentrarmos do desenvolvimento econômico aliado à preservação ambiental”, disse Márcio Miranda, que presidiu a Sessão Especial. O deputado classificou a iniciativa do “Alerta Pará” como um marco do progresso regional na luta pelo uso racional dos recursos.

O deputado citou a questão da regularização fundiária como um dos principais entraves do crescimento econômico e afirmou que, embora o interesse ambiental na Amazônia seja uma questão mundial, “o estado do Pará não pode perder a soberania e precisa assumir o comando desses debates”. Miranda informou que, além da revisão do zoneamento econômico-ecológico (ZEE) do Pará, tramita na Assembléia vários projetos de lei referentes ao tema da regularização fundiária e assentamento de produtores rurais.

Na apresentação do “Projeto Preservar”, Carlos Xavier disse que a proposta prevê a conversão de 11 milhões de hectares de terra, atualmente utilizados na pecuária extensiva, em áreas para atividades agrícolas e florestais, com inovações tecnológicas, visando o melhor do aproveitamento das áreas. Pela proposta, serão adicionados a estas áreas os três milhões de hectares já destinados à agricultura, totalizando 14 milhões.

Com relação, o “Projeto Preservar” prevê que, dos 16 milhões de hectares, 50% passem por um adensamento tecnológico, visando duplicar a oferta de animais para comercialização daqui a 20 anos. O “Preservar” propõe ainda a criação de um fundo para aporte de recursos, ao qual será destinado o equivalente a 1% das exportações paraenses, além de US$ 5 por hectare doado por empresas que aderirem a este fundo, dentre outras fontes dos mercados interno e externo.

A Mesa da Sessão Especial contou com ainda com a presença de Luiz Carlos Pires (Secretaria de Planejamento); dos ex-governadores e integrantes do Conselho Consultivo do Instituto Alerta, Alacid Nunes e Carlos Santos; do procurador-chefe da União no Pará, José Mauro Ó de Almeida; da defensora pública Mônica Palheta Furtado; e do secretário do Instituto Alerta Pará, Marcos Aurélio Oliveira.

Estiveram presentes à sessão os deputados João Salame (PPS), Carlos Bordalo (PT), Miriquinho Batista (PT), Luiz Seffer (DEM), Júnior Hage (PR), José Megale (PSDB), Tetê Santos (PSDB), Gabriel Guerreiro (PV), Alexandre Von (PSDB) e Ana Cunha (PSDB). Diversas entidades ligadas ao setor produtivo e secretarias de estado também enviaram representantes ao evento.



Fonte: AI - Dep. MM

Secretário de administração vai conceder entrevista coletiva

O Blog falou agora pouco com o secretário de administração do município de Capanema, no Pará, Beto Freitas, sobre a decisão da justiça de suspender o concurso público que seria realizado no sábado [29].

“Nós vamos acatar a decisão da justiça. Eu vou me pronunciar, em entrevista coletiva a imprensa essa semana, para explicar à população de Capanema a situação do concurso público. Eu preciso consultar o núcleo jurídico para tomar decisão”, disse Freitas.



Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Exclusivo: Justiça mantém empresa vencedora em Capanema

Por Paulo Zildene

A juíza Glauce Mara Lima Pimenta acatou Ação Civil Pública com pedido de medida liminar para anulação de processo licitatório, contratação e suspensão da realização das provas do concurso público para preenchimento de diversos cargos efetivos da prefeitura municipal de Capanema, no Pará, que seria realizado neste sábado [29].

Além de cancelamento do concurso, a empresa Sistema de Ensino Destak Ltda que realizaria o concurso em Capanema, manteve-se vencedora no processo licitatório para executar todo o processo das provas e serviços do concurso.


Leia mais aqui

Exclusivo: Justiça suspende concurso público em Capanema

A juíza de direito, substituta, Glauce Mara Lima Pimenta, suspendeu o concurso público que seria realizado, pela prefeitura do município de Capanema, no Pará.

Diz o documento expedido agora pouco:

“Vistos etc. ANTONIO AFONSO NAVEGANTES, DENYS MARCEL DE LIMA NAVEGANTES, JUVENCIO JOSÉ DE ARRUDA NETO e MAURO SÉRGIO DE ASSIS LOPES ajuizaram AÇÃO POPULAR contra o MUNICÍPIO DE CAPANEMA, representado pelo prefeito JOSÉ ALEXANDRE BUCHACRA, todos identificados nos autos, alegando, em síntese, que foi desrespeitado o prazo para a realização de concurso público, previsto na Lei Orgânica Municipal. Justificaram a presença do fumus boni iuris e do periculum in mora, o primeiro na Constituição Federal e na Lei Orgânica Municipal e o segundo a possibilidade de sofrerem prejuízos irreparáveis, caso não seja suspensa imediatamente a realização das provas do concurso. Ao final, pedem que seja suspensa, liminarmente, a realização das provas do concurso 01/2008, até que se cumpra o prazo previsto no aludido art. 100 da Lei Orgânica Municipal.



Leia mais

A charge do dia: Pará, Terra de Direitos, de escolher o PMDB como aliado e ser traído

Fonte: Jornalismo Político
Autor: Paulo Zildene

Exclusivo: vice-presidência da Alepa fica com o PSDB

Por Paulo Zildene


A engenharia desenhada pelo Portal Jornalismo Político, na edição de ontem [26], dizia que o PSDB apoiaria a reeleição do atual presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Pará, Domingos Juvenil – PMDB. A notícia obtida com exclusividade confirma o casamento na mesa diretora em 2009, entre o peemedebe de Jader Barbalho e o peessedebe de Simão Jatene.

A vice-presidência será preenchida pelo deputado Ítalo Mácola – PSDB. A escolha do tucano para a nova mesa diretora vai de encontro com os interesses do governo Ana Júlia Carepa [PT-DS] que já tinha dificuldade, de aprovação dos projetos de interesse do executivo, no legislativo, agora ficou pior.


Leia mais

Melhor definição sobre o governo federal

"O governo Lula é igual à camisinha: a camisinha permite inflação, impede produção, destrói a próxima geração, protege um bando de porras e ainda transmite um sentimento de insegurança... enquanto na verdade, alguém esta sendo fodido."



Fonte: Internauta colaborador

Sessão Especial debaterá Hidrovia Tapajós - Teles Pires

Na Sessão Ordinária da Assembléia Legislativa do Estado do Pará desta quarta-feira, 26 de novembro de 2008, foi aprovado o requerimento Nº 327/2008, proposto pela Frente Parlamentar Pró-Hidrovias e Portos do Pará, para a realização de uma Sessão Especial destinada a debater a implantação da Hidrovia Tapajós - Teles Pires - Juruena.

Dentre os objetivos da Sessão Especial está o de conhecer e debater o estudo de viabilidade para a implantação da referida hidrovia, elaborado por um consórcio empresarial, e que encontra-se em análise na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). O consórcio empresarial interessado em investir na implantação da hidrovia, batizado como Vamont, é formado pelas empresas Vanguarda (produtora de alimentos no Estado de Mato Grosso) e Montana (fabricante de máquinas agrícolas).

Desde 1994, através do Ministério dos Transportes, Administração das Hidrovias da Amazônia Oriental - AHIMOR e Companhia Docas do Pará - CDP, vários estudos e projetos acerca da Hidrovia Tapajós - Teles Pires já foram elaborados. Porém, nenhum destes dados como conclusivo em função de empecilhos e restrições de ordem econômica, ambiental e até mesmo jurídica.

Para o Consórcio Vanguarda-Montana, "é possível afirmar que a rota adequada liga Santarém (PA) até Sinop (MT) e, existindo viabilidade econômica e viabilidade ambiental, deve ser implantada em duas fases:

FASE 01: Alta Floresta (MT) - Santarém (PA)

FASE 02: Sinop (MT) - Alta Floresta (MT)

De acordo com o deputado estadual Alexandre Von (PSDB/PA), vice-presidente da Frente Parlamentar Pró-Hidrovias e Portos do Pará, além da proposta de investimentos privados apresentada pelo Consórcio Empresarial Vamont e em análise na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), é necessário conhecer o posicionamento do Governo Federal, através dos ministérios diretamente envolvidos com o projeto hidroviário, do Governo do Estado do Pará, dos municípios e demais órgãos e entidades diretamente envolvidos e/ou atingidos com a implantação da Hidrovia Tapajós - Teles Pires.


Fonte: AI – Dep. Alexandre Von

Tese de mestrado na USP

'O homem torna-se tudo ou nada, conforme a educação que recebe'


'Fingi ser gari por 8 anos e vivi como um ser invisível'

Psicólogo varreu as ruas da USP para concluir sua tese de mestrado da 'invisibilidade pública'. Ele comprovou que, em geral, as pessoas enxergam apenas a função social do outro. Quem não está bem posicionado sob esse critério, vira mera sombra social.

Plínio Delphino, Diário de São Paulo.

O psicólogo social Fernando Braga da Costa vestiu uniforme e trabalhou oito anos como gari, varrendo ruas da Universidade de São Paulo. Ali, constatou que, ao olhar da maioria, os trabalhadores braçais são 'seres invisíveis, sem nome'. Em sua tese de mestrado, pela USP, conseguiu comprovar a existência da 'invisibilidade pública', ou seja, uma percepção humana totalmente prejudicada e condicionada à divisão social do trabalho, onde enxerga-se somente a função e não a pessoa.

Braga trabalhava apenas meio período como gari, não recebia o salário de R$ 400 como os colegas de vassoura, mas garante que teve a maior lição de sua vida:

'Descobri que um simples bom dia, que nunca recebi como gari, pode significar um sopro de vida, um sinal da própria existência', explica o pesquisador.

O psicólogo sentiu na pele o que é ser tratado como um objeto e não como um ser humano. 'Professores que me abraçavam nos corredores da USP passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. Às vezes, esbarravam no meu ombro e, sem ao menos pedir desculpas, seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste, ou em um orelhão', diz.

No primeiro dia de trabalho paramos pro café. Eles colocaram uma garrafa térmica sobre uma plataforma de concreto. Só que não tinha caneca. Havia um clima estranho no ar, eu era um sujeito vindo de outra classe, varrendo rua com eles. Os garis mal conversavam comigo, alguns se aproximavam para ensinar o serviço. Um deles foi até o latão de lixo pegou duas latinhas de refrigerante cortou as latinhas pela metade e serviu o café ali, na latinha suja e grudenta. E como a gente estava num grupo grande, esperei que eles se servissem primeiro. Eu nunca apreciei o sabor do café. Mas, intuitivamente, senti que deveria tomá-lo, e claro, não livre de sensações ruins. Afinal, o cara tirou as latinhas de refrigerante de dentro de uma lixeira, que tem sujeira, tem formiga, tem barata, tem de tudo. No momento em que empunhei a caneca improvisada, parece que todo mundo parou para assistir à cena, como se perguntasse:

'E aí, o jovem rico vai se sujeitar a beber nessa caneca?' E eu bebi. Imediatamente a ansiedade parece que evaporou. Eles passaram a conversar comigo, a contar piada, brincar.

O que você sentiu na pele, trabalhando como gari?

Uma vez, um dos garis me convidou pra almoçar no bandejão central. Aí eu entrei no Instituto de Psicologia para pegar dinheiro, passei pelo andar térreo, subi escada, passei pelo segundo andar, passei na biblioteca, desci a escada, passei em frente ao centro acadêmico, passei em frente a lanchonete, tinha muita gente conhecida.

Eu fiz todo esse trajeto e ninguém em absoluto me viu. Eu tive uma sensação muito ruim. O meu corpo tremia como se eu não o dominasse, uma angustia, e a tampa da cabeça era como se ardesse, como se eu tivesse sido sugado. Fui almoçar, não senti o gosto da comida e voltei para o trabalho atordoado.

E depois de oito anos trabalhando como gari? Isso mudou?

Fui me habituando a isso, assim como eles vão se habituando também a situações pouco saudáveis. Então, quando eu via um professor se aproximando - professor meu - até parava de varrer, porque ele ia passar por mim, podia trocar uma idéia, mas o pessoal passava como se tivesse passando por um poste, uma árvore, um orelhão.

E quando você volta para casa, para seu mundo real?

Eu choro. É muito triste, porque, a partir do instante em que você está inserido nessa condição psicossocial, não se esquece jamais. Acredito que essa experiência me deixou curado da minha doença burguesa. Esses homens hoje são meus amigos. Conheço a família deles, freqüento a casa deles nas periferias. Mudei. Nunca deixo de cumprimentar um trabalhador.

Faço questão de o trabalhador saber que eu sei que ele existe. Eles são tratados pior do que um animal doméstico, que sempre é chamado pelo nome. São tratados como se fossem uma 'COISA'.

Articulação da mesa diretora da Alepa vai deixar governadora só no altar

Por Paulo Zildene

A eleição da nova mesa diretora da Assembléia Legislativa do Pará, que está marcada para dia 2 de dezembro, soa traição ao governo Ana Júlia Carepa, pois está surgindo uma articulação entre PSDB e PMDB para apoiar o atual presidente Domingos Juvenil – PMDB à reeleição. Toda articulação surge de uma intenção antiga e mobilizada com a indicação de Cezar Colares para o TCM – Tribunal de Contas do Estado por ordem expressa do deputado federal e presidente do peemedebe no Pará, Jader Barbalho, em troca dos nove votos do PSDB.

A grande surpresa da indicação de Colares para o TCM vai de encontro com os interesses do governo do estado, já que o nome indicado para preencher a vaga no Tribunal seria de Luiz Cunha – PDT. Toda articulação só foi consumada depois da votação do nome da irmã de Jader, Mara Barbalho, para o TCM; a escolha dos nomes só foi possível se a mesma fosse votada primeiro como sugestão ao Tribunal, ou seja, uma semana antes da votação da eleição de Luiz Cunha – PDT e Cezar Colares - PSDB, dessa forma Jader negociou a queda de Cunha, em troca de Mara.

Essa articulação agradou duplamente o PSDB, que teve o retorno de Bira Barbosa ao legislativo e o G10 que conseguiu emplacar Cezar Colares no TCM. Leia mais...


Quebra de acordo

A escolha do presidente da câmara municipal de Capanema, no Pará, vai provocar um racha no acordo feito durante a corrida eleitoral ao executivo, entre o deputado estadual Eduardo Costa – PTB e Eslon Aguiar, prefeito eleito.

Um dos acordos de bastidores era a permanência de Edinho na presidência do legislativo municipal. Mas não é isso que vai se formar no dia 1 de janeiro de 2009. O nome indicado por Aguiar, para surpresa do blog, é do vereador Pedro Abraão – PP, que tem fortes ligações com a família "Rodrigues" há muito tempo.

O vereador durante os quatro anos nunca se decidiu em que lado ficar no legislativo: situação ou oposição ao des[governo] de Alexandre Buchacra [PT-AS].

O blog conversou por telefone com o deputado Eduardo Costa para comentar o assunto.

”Não foi esse o acordo que eu fiz com o Eslon. O acordo era a permanência de Edinho na presidência”, disse Eduardo.

Na realidade, Eslon sabe que Edinho é da base de apoio de Buchacra no legislativo municipal e confiar em um aliado do governo que está no final é complicado. “Certo ele” [sic].

Vamos esperar a nomeação para se confirmar a quebra ou a permanência da palavra do prefeito Eslon Aguiar.



Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Acaba nesta terça-feira (25) prazo para retirada da propaganda eleitoral

A propaganda eleitoral de candidatos, partidos políticos e coligações das 30 cidades onde houve segundo turno nas eleições de 2008 tem de ser removida até esta terça-feira (25). O prazo para a retirada do material publicitário nos municípios que decidiram as eleições no primeiro turno terminou no último dia 4.

De acordo com a resolução que disciplina a propaganda eleitoral de 2008, caso o bem em que a propaganda foi fixada tiver sido danificado, deve haver a sua restauração.

Mídias
As mídias entregues para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão devem ser retiradas da emissora que gerou o programa até 60 dias após a transmissão da propaganda.

No primeiro turno, o programa eleitoral foi exibido de 19 de agosto a 2 de outubro. No segundo turno, o início da propaganda não foi o mesmo nas 30 cidades. O término, no entanto, foi em 24 de outubro em todos os municípios. As mídias que não forem retiradas após os 60 dias podem ser destruídas.



Fonte: TSE

A imagem do dia

Local: Ilha do Mosqueiro - Pará
Autor: Paulo Zildene

Garibaldi: Ninguém no Senado é a favor de eliminar o terno

O presidente do Senado, Garibaldi Alves, afirmou nesta terça-feira (25) que não chegou ainda a hora de os senadores eliminarem o uso do terno e a gravata no Congresso. Ele se referia à proposta do senador Gerson Camata (PMDB-ES) de a Mesa aprovar um ato autorizando o traje informal para a freqüência à Casa, em razão do calor que, na metade do ano, castiga Brasília. A iniciativa foi rejeitada por todos, exceto Camata, em reunião da Mesa na manhã desta terça-feira.

A proposta do senador Camata não encontrou a receptividade que era esperada por ele, tendo em vista que os senadores já estão acostumados com esse traje. Há um certo conservadorismo na Casa. E eu também estou nesse grupo, no grupo daqueles que acham que não chegou ainda a hora de abrir mão do paletó e da gravata.


Fonte: Agência Senado

Denunciados por tráfico no Pará tinham 'estatuto' do PCC

O Ministério Público Federal (MPF) no Pará denunciou à Justiça sete pessoas sob a acusação de tráfico internacional de drogas e de formação de quadrilha. Além de cinco quilos de cocaína, foi encontrado com o grupo em Belém um exemplar do “estatuto” do Primeiro Comando da Capital (PCC), organização criminosa originada em São Paulo. A pena para tráfico internacional pode chegar a 25 anos de prisão.

A ação penal foi encaminhada à Justiça Federal no último dia 21. Na segunda-feira, 24 de novembro, o juiz Rubens Rollo D'Oliveira determinou a notificação dos réus para apresentarem defesa no prazo de dez dias.

A denúncia é baseada em investigações da Polícia Federal, que prendeu em flagrante cinco integrantes da quadrilha em 15 de outubro na rodoviária da capital paraense. Segundo o inquérito policial, eles transportavam cocaína trazida da Bolívia. Os tabletes continham a inscrição "gracias por su compra".

Ainda segundo a PF, o grupo atuava a mando de Marco Antônio Andrade Ruas e Rivadávia Sande Andrade Júnior, que na época estavam presos, respectivamente, no Centro de Recuperação Americano II, em Belém, e na Casa de Detenção de Pedrinhas, no Maranhão.

Depois do flagrante, Andrade Júnior foi para o Centro de Prisão Provisória, em Goiânia/GO, onde responde a outro processo por roubo armado à Caixa Econômica Federal. Entre outras determinações, o “estatuto” do PCC diz que “aquele que estiver em liberdade 'bem estruturado' mas esquecer de contribuir com os irmãos que estão na cadeia, serão condenados (sic) à morte sem perdão”.


Fonte: MPF-PA

Fórum Social Mundial 2009: Coletiva de lançamento

No próximo dia 25 de novembro, às 14h, os membros do Conselho Internacional do Fórum Social Mundial recebem a imprensa para a coletiva de lançamento da edição 2009 do encontro, que será de 27 de janeiro a 1º de fevereiro, em Belém (PA).

Durante os seis dias, a capital paraense assumirá o posto de centro da cidadania planetária e referência mundial no questionamento à desigualdade, à injustiça, à intolerância, à devastação ambiental e ao preconceito. As centenas de atividades autogestionadas programadas - acampamentos, oficinas, seminários, conferências, marchas, atividades culturais e artísticas - serão espaços de intercâmbio, reflexão e elaboração de propostas para a construção de outro mundo possível.

Na coletiva de imprensa, alguns dos principais idealizadores do FSM - como Sérgio Haddad, Oded Grajew, José Correia e Chico Whitaker - esclarecerão sobre o porquê da escolha de Belém como sede da edição 2009 e adiantarão os principais temas que devem permear as discussões. Além do aquecimento global e a preservação da Amazônia, a crise financeira mundial - e as conseqüentes medidas adotadas para tentar salvar o sistema bancário - serão os grandes destaques.

As atividades do Fórum Social Mundial vão ocorrer em uma área verde formada pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e pela a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Apenas organizações poderão inscrever atividades que farão parte da programação do Fórum. Todas as atividades inscritas serão autogestionadas, isto é, as organizações proponentes têm inteira responsabilidade na definição do formato e nos nomes dos palestrantes.

Histórico
O FSM é um espaço de debate democrático de idéias, aprofundamento da reflexão, formulação de propostas, troca de experiências e articulação de movimentos sociais, redes, ONGs e outras organizações da sociedade civil que se opõem ao neoliberalismo e ao domínio do mundo pelo capital e por qualquer forma de imperialismo. Após o primeiro encontro mundial, realizado em 2001, se configurou como um processo mundial permanente de busca e construção de alternativas às políticas neoliberais. Esta definição está na Carta de Princípios, principal documento do FSM.

O Fórum Social Mundial se caracteriza também pela pluralidade e pela diversidade, tendo um caráter não confessional, não governamental e não partidário. Ele se propõe a facilitar a articulação, de forma descentralizada e em rede, de entidades e movimentos engajados em ações concretas, do nível local ao internacional, pela construção de um outro mundo, mas não pretende ser uma instância representativa da sociedade civil mundial. O Fórum Social Mundial não é uma entidade nem uma organização.


Fonte: M Press

Interlegis realiza fórum para treinar futuros prefeitos e vereadores

A Comunidade Virtual do Poder Legislativo - Programa Interlegis, do Senado, promove nesta quinta-feira (27), em João Pessoa, o Fórum Nacional de Integração do Legislativo. O objetivo do evento é orientar vereadores, prefeitos e vice-prefeitos eleitos neste ano para o exercício das funções de parlamentar municipal e de gestor público.

Durante o fórum, os participantes receberão livros e guias sobre áreas de interesse, como o Regimento Interno e a Lei Orgânica dos municípios que irão representar, além de manuais sobre elaboração de normas legislativas, de orçamento municipal, de diretrizes de sustentabilidade, de gestão de contratos e de acessibilidade, entre outros.

O fórum inicia-se às 9h, com uma palestra do presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho. Em seguida, falará o 1º secretário da Casa, Efraim Morais. Haverá depois palestras de autoridades dos três Poderes do estado. Às 11h30, o advogado- geral do Senado, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, profere palestra sobre "Nepotismo: o que pode e o que não pode". Em entrevista à Agência Senado, o advogado explicou que centrará sua fala na legislação sobre o assunto, com base na recente Súmula 13, do Supremo Tribunal Federal (STF), e da interpretação da norma por parte da Procuradoria Geral da República e do próprio Senado.

A última palestra do dia será sobre "Elaboração de orçamento e obtenção de recursos federais" e será apresentada pelo diretor da Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle do Senado, Fábio Gondin.

Esse é o primeiro de uma série de encontros desse tipo. Depois de João Pessoa, o fórum deverá ser agendado em outras capitais brasileiras. Em João Pessoa, o evento será realizado no Salão Sérgio Bernardes, do Hotel Tropical Tambaú. Mais informações podem ser obtidas por mensagem ao e-mail
eventos@interlegis.gov.br

Fonte: Senado Federal

Campanha Ficha Limpa coleta assinaturas no conjunto nacional de 24 a 28/11

Movimento também promove encontro estadual em São Paulo e prepara a quarta mobilização nacional.

As ações da Campanha Ficha Limpa e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) continuam.

Coleta no Conjunto Nacional
De 24 a 28 de novembro (de segunda a sexta-feira), das 9h às 19h, será realizada uma coleta de assinaturas especial para a Campanha Ficha Limpa dentro do Conjunto Nacional, localizado na Avenida Paulista e por onde passam diariamente cerca de 45 mil pessoas.

A coordenação da Campanha em São Paulo espera arrecadar mil assinaturas neste posto de coleta, bem como distribuir formulários de assinatura para a população.

Encontro Estadual de Comitês 9840 e participantes da Campanha Ficha Limpa
No dia 30 de novembro (domingo), das 9h às 13h, será promovido um encontro estadual entre os Comitês 9840 e participantes da Campanha Ficha Limpa de São Paulo. O evento ocorrerá no Centro Pastoral São José (Rua Álvaro Ramos, 336, São Paulo - próximo ao Metrô Belém).

O encontro tem como objetivos, avaliar a atuação dos Comitês 9840 locais e dos grupos de coleta de assinaturas em 2008 e planejar ações conjuntas para 2009. Também haverá uma explanação sobre o conteúdo do Projeto de Lei de Iniciativa Popular sobre a Vida Pregressa dos Candidatos e o andamento da coleta de assinaturas em São Paulo e no Brasil.

Estão confirmadas as presenças do Dr. Marlon Reis e de Chico Whitaker. Marlon Reis é juiz de direito, assessor da presidência do TSE e um dos fundadores do MCCE; Chico Whitaker é membro da Comissão Brasileira Justiça e Paz e integra o Conselho Internacional do Fórum Social Mundial, o Comitê Nacional do MCCE e a diretoria da Associação Para o Desenvolvimento da Intercomunicação (A.D.I.). Ambos tiveram uma atuação importante no processo de mobilização que envolveu a aprovação da Lei 9840/99 e vêm contribuindo também para o desenvolvimento da Campanha Ficha Limpa.

As inscrições para o Encontro deverão ser feitas pelo e-mail campanhafichalimpasp@uol.com.br. Mais informações: (11) 3022 6821 e 3554 8269.

(Marlon e Chico estarão à disposição para entrevistas por telefone antes do evento. No encontro eles também poderão atender jornalistas)

4° Mobilização Nacional
Está programada mais uma mobilização nacional da Campanha Ficha Limpa. Ela ocorrerá em 9 de dezembro, Dia Mundial do Combate à Corrupção.

Para este dia, os Comitês 9840 e voluntários da Campanha Ficha Limpa estão sendo orientados a se mobilizar, mais uma vez, montando bancas em todo o Brasil para a coleta de assinaturas.

O que é a Campanha Ficha Limpa
O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), apoiado por diversas instituições da sociedade organizada, vem trabalhando na coleta de 1,3 milhão de assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular sobre a Vida Pregressa dos Candidatos. O último balanço do MCCE contabilizou 410 mil assinaturas.

Este PL pretende alterar a Lei Complementar Número 64/90 e, numa atitude preventiva, evitar que políticos condenados por crimes graves participem de eleições, mesmo que ainda possam recorrer da sentença.

Ele objetiva aumentar as situações que impeçam o registro de uma candidatura, tais como: pessoas condenadas por crimes como racismo, homicídio, estupro, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas; parlamentares que renunciaram ao cargo por evitar a abertura de processo por quebra de decoro parlamentar ou desrespeito à Constituição; pessoas condenadas em representações por compra de votos ou uso eleitoral da máquina administrativa.

Também propõe estender o período que impede a candidatura para oito anos, assim como tornar mais rápidos os processos judiciais sobre abuso de poder nas eleições, fazendo com que as decisões sejam executadas imediatamente, mesmo que ainda caibam recursos no processo.

Fonte: M Press

Lula Pé-Frio - 06

O mega-star Lenny Kravitz até sumiu do show-business após presentear o petista com sua guitarra famosa.
Fonte: Internauta

Portugal e a crise internacional

Por Manuel Marques

Ao 'folhear' algumas páginas na internet deparei-me com uma notícia esclarecedora. O nóvel presidente norte-americano tem menos ambição que o primeiro-ministro português no que toca à criação de emprego. Os números são mostrados em percentagens com as devidas distâncias em relação ao número da massa bruta de trabalhadores ativos em ambos os países.

Talvez comece a olhar com outros olhos para os americanos e não os sinta tão mentirosos, fúteis, 'assassinos' encapotados da liberdade. Há sempre alguma coisa por onde começar e Obama com a sua equipa e as devidas influências que em tudo mandam, pode começar por tentar salvar o planeta, evoluindo para dentro e esquecendo-se do papel de donos do mundo que tão mal tem vindo a ser praticado pela antiga colônia britânica.

Falando do 'meu' primeiro-ministro com nome de filósofo famoso, Sócrates, não o posso acusar de todos os males da sociedade portuguesa até porque o país já estava de rastos quando ele chegou ao poder. A famosa crise internacional já habitava Portugal, as doenças que minavam o país apenas podiam ser travadas, de alguma maneira estancadas e até sinto que ele tenha vindo a fazer isso, ao contrários de todos os anteriores que apenas encheram os seus bolsos.

Porque para quem não se lembra houve monarquia séculos a mais, jesuítas e ditadores da era moderna como o demoníaco açambarcador de ouro e liberdade chamado Salazar. Sim, sim tínhamos muito ouro e riqueza, éramos neutros nas guerras e tínhamos campos de concentração em zonas idílicas de Cabo Verde... convém lembrarem-se de tudo, que em Portugal a memória é demasiado curta.

Com a sua famosa Polícia Internacional de Defesa do Estado (há sempre quem tenha saudades, há sempre quem se demita de lutar pelo direito à liberdade de expressão dizendo que há liberdade a mais) os portugueses cada vez mais se afundaram no lodo e no medo e baseados nos famosos três F (Fado, Fátima e Futebol) iam fazendo a sua vidinha, repartindo uma sardinha pela família inteira. Enquanto Salazar e a escória selecionada da sociedade portuguesa ia enriquecendo os cofres portugueses com o ouro. E deixo para quem sabe mais do que eu o assunto colônias, guerras do Ultramar e outros assuntos.

Depois veio o 25 de Abril de 1974 e a Revolução dos Cravos. Alguém saberá o que significa? A famosa liberdade e o saque a tudo o que se pode saquear. Enquanto muitos em muitos portugueses continuavam a emigrar, porque havia liberdade, mas também muita miséria.

E todos os governos que vieram depois tornaram possível este estado de coisas em que perante uma crise internacional de mal passaremos ao lodo, de novo e sempre cada vez pior.

Talvez seja a esperança natural do português, que tem a fama de não ser produtivo quando tantas e tantas empresas multinacionais atingem milhões de euros de lucro pagando misérias aos seus empregados e depois saem, para onde possam pagar ainda menos deixando famílias inteiras no desemprego, na era da liberdade. O norte de Portugal constituiu-se como a segunda região da Europa onde houve mais desprendimentos coletivos entre 2002 e 2007, são números assustadores, sobretudo quando se ouve falar de crise em Espanha e andam todos assustados quando nada lhes aconteceu ainda comparando com Portugal.

Sabia-me bem um pouco mais da famosa 'movida' espanhola embora eles se sintam um pouco enfadados por lhes chamarmos espanhóis, falemos-lhes então de festas, diversão e passar os Domingos em família, coisas que os tristes dos portugueses têm, quando há tempo para isso (1 em cada 4 portugueses trabalha ao Domingo dia cristão, supostamente de descanso), quando têm um emprego e a lhes sublimam a inutilidade de que nunca foram revestidos.

E depois há uma nova geração que emigra, não por estarem na miséria, mas porque são bons demais para se estagnarem num pedaço da Europa povoado por políticos que apenas gozam com o Zé Povinho, utilizando os dinheiros da Comunidade Européia para construir umas estradas (sempre com portagens, não vá o povo adormecer nas bermas e baixar ainda mais a produtividade...), enriquecerem-se a si e aos amigos e criar umas quantas Altas Autoridades para tudo e mais alguma coisa.

O 'Engenheiro' Sócrates até tem um certo jeito para a posição que ocupa e poderia até dar-me por feliz de ele ser benfiquista, mas não passa de mais do mesmo e aparentando austeridade e competência, não consegue evitar que tantas e tantas famílias engrossem a cada vez maior lista de gente no desemprego. Tudo fruto da descida dos preços de algumas matérias primas como por exemplo o zinco.

Veja-se o exemplo de Aljustrel, vila do Baixo Alentejo, sul de Portugal que parecia voltar à vida e quase de um momento para o outro se vê de novo na obscuridade com a queda do preço do zinco a deixar centenas de trabalhadores no desemprego. São apenas alguns exemplos.

Portugal meus amigos está muito doente, seja na saúde, na educação, na justiça, nos ordenados, na mentalidade que se vai entranhando nas pessoas ou sobretudo por causa de quem manda nelas.

Que tal lutar pela vida e incentivar a união entre as pessoas para além do lucro das nultinacionais que engordam o que querem e depois se vão quando aparece um país onde podem continuar a enriquecer à vontade? Que tal prevenir em vez de apenas remediar e culpar sempre os mesmos? Que tal abrir os olhos e mudar com consciência tratando as pessoas como tal?


Manuel Marques é colaborador do Portal Jornalismo Político

ONG Instituto Ortopedia & Saúde em ação

No próximo domingo (30/11), a partir das 10 horas, o Projeto Cidadania – Caminhadas com Segurança mostrará movimentos do andar que ajudam a manter a saúde física e emocional. O ortopedista dr. Fabio Ravaglia, presidente do Instituto Ortopedia & Saúde, ministrará a palestra “Formas de andar e bem-estar”, esclarecendo benefícios da atividade física na prevenção de doenças e na melhoria da qualidade de vida. O evento, organizado pelo Instituto Ortopedia & Saúde, realizará também exames gratuitos de densitometria óssea de calcanhar, glicemia, colesterol, baropodometria, medição da pressão arterial e avaliação postural.

São Paulo, 24 de novembro de 2008 – Os melhores movimentos que o corpo pode fazer em prol da saúde no simples ato de se locomover serão destaque no Projeto Cidadania – Caminhadas com Segurança, no último domingo do mês (30/11), no parque Trianon. Maneiras diferentes de andar, assim como a importância de executar as posturas corretas, desde os pés até a cabeça, durante o caminhar, serão tema da palestra “Formas de andar e bem-estar”, do dr. Fabio Ravaglia, presidente do Instituto Ortopedia & Saúde. Logo depois, em caminhada orientada de 30 minutos pelo parque, os participantes poderão colocar em prática as “novas formas” de andar.

A naturalidade do ato de andar envolve movimentos complexos de músculos e ossos de todas as partes do corpo. Para perceber e melhorar a performance de cada um destes componentes, serão propostos diferentes exercícios. São movimentos que ativam o equilíbrio do corpo, como o passo “zohg ding” – da milenar arte marcial chinesa tai chi chuan – e o andar para trás ou em zigue-zague – tão utilizados nos treinamentos esportivos –, que ajudam no fortalecimento da musculatura que não é ativada com o andar para frente.

Dedicado à prevenção de doenças ósseas, o Instituto Ortopedia & Saúde também levará ao parque Trianon exames gratuitos de densitometria óssea de calcanhar, glicemia, colesterol, baropodometria, medição da pressão arterial e avaliação postural.

A caminhada acontece uma vez por mês, sempre aos domingos, tendo por ponto de encontro o portão 4 do Parque Trianon, em frente ao Masp, na avenida Paulista, 1.700. As informações podem ser obtidas no local ou no Instituto Ortopedia & Saúde pelo telefone (11) 3289-8000.


Fonte: Printec Comunicação

Lula Pé-Frio - 05

Antes de partir para a última Copa do Mundo, Roberto Carlos foi o único jogador a visitar Lula, levando para ele uma camisa da Seleção autografada pelos craques. O lateral-esquerdo ajeitava o meião quando Thierry Henry, nas suas costas, fez o gol francês que tirou o Brasil da final.

Fonte: Internauta

Comunicado

Comunico aos internautas que o Portal Jornalismo Político se encontra for do ar por ter seu servidor invadido por um hacker.

Estamos trabalhando para normalizar o mais rápido possível.

Atenciosamente


Paulo Zildene
Jornalista

Crônica: Os portugueses andam deprimidos

Por Manuel Marques

Pela experiência que ganhei ao longo dos anos enquanto empregado bancário, diria que se passou do exagero da concessão de crédito em que as pessoas ganharam acesso a tudo e mais alguma coisa, pagando depois, mesmo que depois não houvesse dinheiro e todos nós, os que conseguimos ter um emprego dito normal, pagar tudo a tempo e horas sabemos bem o cancro devastador em que se constituem esses créditos.

Não posso, nem devo censurar os Bancos, são meras empresas que estão no mercado com as mesmas intenções das outras, apenas comercializam dinheiro e ensinam quem para elas trabalha a ver o próximo e o que ele tem como fator potencializador de negócio. Não acreditem que um empregado olhe para vós, verdadeiramente, como uma pessoa, há sempre a intenção de sacar dinheiro, porque é disso que eles vivem, das famigeradas comissões, spreads e coisas assim. Claro que não posso dar exemplos práticos, estou proibido talvez ao até ao final desta encarnação, de o fazer publicamente.

Claro que comercializando dinheiro se tornam peças demasiado influentes no sistema econômico, mas diria que a famigerada classe política que vive na famigerada democracia como se fosse um mero artefacto para enganar o próximo, ou seja fazem o que querem, o que as grandes empresas lhes pedem, desde que se vão alternando no poder de forma cíclica e e sistemática. Em Portugal é assim, como em quase todos os países ditos democráticos. Valha-me a liberdade não ser obrigado a votar e essa liberdade exerço-a.

Mas voltando à tristeza, ela depois materializa-se em taxas de suicídio altas, divórcios, violência doméstica, todas e qualquer espécie de maus tratos a crianças e idosos.

Junto com a tristeza convivem de perto o desemprego, o medo de perder um emprego que tantas vezes é degradante para o ser humano, mal pago e potenciador de frustrações futuras que levam as pessoas ao mero descrédito de si próprias.

Nunca se imaginaria ver tantos jovens com idades próprias para viver uma vida estável, com filhos até, serem propensos a ataques de pânico, À solidão que, extremada, leva à tentativa de suicídio. Acreditem que convivi com alguns casos desses, talvez os entenda bem no que à depressão nervosa diz respeito.

A quem tenha dinheiro, talvez mesmo muito dinheiro (maldito e vil metal...) aconselho visitas ao psicólogo, não é significado que estejam loucos, apenas que desejam uma vida mental melhor.


Manuel Marques é colaborador do Portal em Portugal

A imagem da semana

Fonte: Jornalismo Político
Autor: Paulo Zildene

Relembre o caso Abaetetuba

Em 19 de novembro de 2007, uma jovem de 15 anos foi libertada após passar quase um mês em uma cela da carceragem da Polícia Civil com 20 homens em Abaetetuba, no interior do Pará. O caso foi descoberto por uma denúncia do Conselho Tutelar da cidade. A jovem relatou que durante o período em que esteve presa, foi vítima de violência física e sexual. Foi espancada e queimada por alguns detentos.

A adolescente foi presa em flagrante por furto. Na época, a polícia afirmou que não sabia que a menina era menor de idade. Os delegados disseram que a jovem mentiu a idade. Como a cidade não possui carceragem feminina, a adolescente deveria ficar sob a custódia da polícia até a Justiça autorizar a transferência para a penitenciária da capital, Belém.

Mas, os moradores da cidade e outros presos contam que todos tinham conhecimento da situação da menor. Inclusive a juíza da cidade, Clarice Maria de Andrade, que manteve a prisão.

Após o caso, que teve repercussão nacional, a menor e sua família vivem fora do estado. Eles foram ameaçados de morte por desconhecidos. Uma comissão interministerial e um grupo de deputados da CPI do Sistema Carcerário investigaram e acompanharam a situação de Abaetetuba.

O delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Raimundo Benassuly, entregou o caso após afirmar em depoimento que a adolescente devia ser “deficiente mental” por ter mentido a idade. A delegada Flávia Verônica, que lavrou a ocorrência de furto da jovem, foi afastada da polícia.


Fonte: AG - BR

Lula Pé-Frio - 04

Após uma campanha espetacular na Copa Libertadores da América, o time do Fluminense recebeu a visita de Lula, antes da final com a LDU. O petista até posou para fotos exibindo a camisa do time. No jogo, em pleno Maracanã, o Flu perdeu três pênaltis e o título.

Fonte: Internauta

A crise chegou a Mato Grosso

Por Onofre Ribeiro
A crise mundial está chegando de mansinho a Mato Grosso. Ela vem em cascata depois de ter começado nos Estados Unidos e se espalhado pelo mundo. O governador Blairo Magi que, antes de governador, é um homem de mercado, sempre foi cauteloso em tempos de crise. Em 2005, nas crises do agronegócio e da madeira, não fez pânico. Mas desta vez, numa entrevista ao jornal “Folha de São Paulo”, na semana que passou, ele desvendou a crise no estado.

A gota d´água foi a retomada de máquinas agrícolas dos produtores inadimplentes pelos bancos ligados aos fabricantes “Case”, “John Deere” e “New Holland”, em pleno plantio de soja, antes do algodão e do milho. Começou em Rondonópolis, mediante ações judiciais, e os produtores inadimplentes foram para os cadastros de maus pagadores como Serasa. Para o governador, que também é grande produtor de soja, a agricultura vive "uma das mais graves crises das últimas décadas".

A Federação da Agricultura do Estado – Famato, diz que 70% dos agricultores de Mato Grosso deixaram de pagar débitos e os bancos tomam equipamentos. O governador admite que a agricultura brasileira está diante de "uma das mais graves crises das últimas décadas". Segundo ele, a "bolha do "subprime" agrícola" estourou, com conseqüências graves para o plantio e a colheita. Para ele, secou a obtenção de crédito junto às tradings, que vinham financiando 96% da agricultura estadual.

Sem acesso ao crédito para financiar a próxima safra, 70% dos agricultores do Estado (maior produtor de soja do país) deixaram de pagar seus débitos na parcela de R$ 1 bilhão do financiamento de máquinas agrícolas que venceu em 15 de outubro, segundo estimativa da Famato. A afirmação grave do governador foi a de que "a bolha do "subprime" agrícola estourou", numa alusão aos créditos de alto risco que, concedidos maciçamente nos EUA nos últimos anos, resultaram em uma onda crescente de inadimplência que está no epicentro da crise econômica mundial. Ele acha que o produtor tem duas alternativas: pagar a dívida ou não plantar, apesar de defender que não se trata de calote. “Para muitos produtores, disse, acaba sendo mais barato entregar o maquinário do que pagar o financiamento, até porque as máquinas já não valem quase nada quando comparadas ao valor financiado, que foi inflacionado a partir de 2005 pelo câmbio.

Por fim, disse que a questão "é de Estado, e não de um ou outro produtor". "É fundamental que haja prorrogação das parcelas deste ano até o ano que vem. É uma questão de bom senso. Mas, até agora, não surgiu nada nesse sentido." No fim de semana, representantes de entidades do setor produtivo decidiram constituir um "comitê de crise", que se reuniu pela primeira vez, ontem, em Cuiabá. Na opinião do presidente da Famato, Rui Prado, o governo está confortável porque o produtor plantou a soja. Mas não plantará o algodão e nem o milho”. Pode ser, diz ele, que aí se pense no problema.”

Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e das revistas RDM e Centro-Oeste
onofreribeiro@terra.com.br

Lula Pé-Frio - 03

Lula, a caminho de Pequim, levando a sua 'bênção' para o maior favorito brasileiro nos Jogos Olímpicos, Diego Hypólito. Deu no que deu... Fonte: Internauta

Veículos podem ser visitados antes do leilão

Os interessados em verificar as condições dos veículos que vão ser leiloados nos próximos dias 1º e 2 de dezembro, na Fundação Cultural Tancredo Neves, no Centur, podem se dirigir ao Parque de Retenção do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), na rodovia Augusto Montenegro, 3454, km 10, de 24 a 28 deste mês, de 9 às 12 horas.

A visitação não requer qualquer formalidade, como preenchimento de cadastros ou pré-cadastros. A exigência publicada no edital da autarquia permite apenas a avaliação visual, sem procedimentos como manuseio, experimentação ou retirada de peças.
Dos 95 veículos, entre carros, motos e ônibus, 90% será levado à hasta pública pelo licenciamento vencido, observou o presidente da comissão permanente do leilão, Diego do Nascimento Lima. Todos foram removidos, apreendidos e recolhidos no parque de retenção por mais de 90 dias, seguindo a resolução 178 e 179/2005, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que dispõem sobre a uniformização de procedimentos para a realização do leilão e estabelece a revisão de procedimentos para a baixa de registro de veículos.

Não podem participar do leilão os membros da comissão, servidores do Detran-PA e aqueles que, a qualquer título, recebam numerários dos cofres da instituição, incluindo os terceirizados, bem como os temporários; pessoas físicas ou jurídicas declaradas inidôneas ou punidas com a suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com a administração, por órgão ou entidade integrante da administração direta ou indireta das esferas federal, estadual, distrital e municipal; os atuais proprietários dos veículos objetos do presente leilão; menores de 18 anos e pessoas não emancipadas. No portal www.detran.pa.gov.br estão disponíveis todas as informações sobre o leilão.


Fonte: Detran

Prorrogadas inscrições para mestrado e doutorado em Saúde

As inscrições para Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários do Instituto de Ciências Biológicas, da Universidade Federal do Pará (UFPA), em convênio com a Universidade do Estado do Pará (UEPA) foram prorrogadas até a próxima sexta-feira, dia 28 de novembro.

O programa visa atender ao Programa de Qualificação do Quadro de Pessoal da UEPA, destinado aos docentes com vínculo empregatício efetivo com o mínimo três anos e, em pleno exercício de suas atividades e que ainda não possua o grau acadêmico de Mestrado e/ou Doutorado. Serão oferecidas 10 vagas.

Os interessados podem ser inscrever no horário das 09 às 17h, no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da UEPA, por meio da Coordenação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação (COAD), localizado na travessa Perebebuí, 2623, bairro do Marco. Contatos: 91-32772626 ou 91-3277 3775, falar com Ana Paula Alves.


Fonte: UEPA

G10 encolheu

O grupo composto por 10 deputados estaduais do estado do Pará, denominado G10, que formou um bloco independente, na Assembléia Legislativa do Pará, encolheu. Semana passada, Cesar Colares que fazia parte do mesmo, tomou posse como conselheiro no TCM – Tribunal de Contas dos Municípios, deixando o grupo menor.

Essa semana o PRB que, também, fazia parte do G1O deixou o bloco e migrou para a base aliada do governo Ana Júlia Carepa [PT].

O inexpressivo G10 não passa atualmente de uma ilustração com oito deputados. Incluindo o deputado Zé Neto, líder dele mesmo no parlamento, que até agora, segundo informações, não fez um pronunciamento na tribuna. Ele entra mudo e sai calado do plenário.

Mas, por outro lado, Zé Neto articula nos bastidores uma fatia do "G8" na mesa diretora, que será votada e empossada no dia 2 de dezembro.

A briga pela presidência do poder legislativo está entre dois peemedebistas: Domingos Juvenil, atual presidente do legislativo que tem o apoio da governadora Ana Júlia e Martinho Carmona.

Porém, um terceiro nome surge nos bastidores. Segundo um dos deputados do "G8 " o grupo tem intenção de concorrer com candidatura própria à mesa diretora. Restaria aí o PSDB para negociar com o "G8".

A mesma fonte informou que uma parte do "G8" ainda esta indeciso com a candidatura própria, pois a maioria apóia Martinho Carmona.



Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político