Siga nosso blog!

Segudores do Google +

Amigos do Facebook

--=

Pará Notícias

Um novo conceito

Sinto muito – Final

O signatário pede desculpas e agradece as dezenas de telefonemas de parlamentares, amigos e leitores do Blog Jornalismo Político. Fechar um meio de comunicação não é fácil. Ainda mais em um país que se intitula “democrático”. Mas, a intenção dessas postagens com o título “Sinto muito” foi para chamar atenção dos leitores para a novidade que vai ao ar hoje. O marketing trouxe resultados positivos.

Foram 1.360 acessos no período da tarde, nos dois último dias, após o envio do mailing do signatário. Todos sabem que só utilizo o mailing em extrema necessidade ou de aviso importante, afinal, ninguém gosta de receber spam na sua caixa de e-mail.

Pois bem. Nós realmente vamos diminuir o número de postagens no blog. É fato. Mas, nós vamos fazer isso, porque apresentamos a partir de hoje, em versão “BETA”, a mais nova ferramenta de comunicação do estado do Pará.

O www.jornalismopolitico.com vai ao ar com 10% de sua estrutura. Ele foi criado pra você que sempre prestigiou o Blog.

Ao longo dos avisos publicados “Sinto muito” nós mostramos a nossa meta atingida. O nosso compromisso foi cumprido, mas ele não vai acabar com o nascimento do Portal. Muito pelo contrário. O blog por ser conceituado e respeitado em todas as classes sociais vai continuar, mas dentro do Portal.

Para termos um maior alcance seria preciso criar uma ferramenta de comunicação mais poderosa, com recursos avançados e com divisões por editorias. Isso justifica a criação do Portal Jornalismo Político.

O signatário contratou uma das melhores empresas de tecnologia de São Paulo, a [E Tudo Tem]. Através do seu diretor presidente, Leandro Vilas Boas, que assumiu o compromisso de dispor aos milhares de internautas, que passaram por aqui, a melhor ferramenta de comunicação da atualidade.

Acreditamos que o resultado final de toda estrutura ficará a contento.

Algumas novidades do Portal:

1. Estrutura para mais três TVs on line, ao vivo, simultânea. A allTV Amazônia continua na estrutura do portal.
2. Fórum de discussão por editoria.
3. Reportagens em vídeos profissionais
4. Telejornal web
5. Arquivos de vídeos no próprio portal
6. 15 colunistas de diversos estados a disposição para escrever sobre: Política, Economia, Cultura, Crônica, Comportamento e etc.

Acesse:

www.jornalismopolitico.com


Pela atenção,


Paulo ZILDENE
Jornalista


Sinto muito – 06

Até que ponto chegamos: alguém querer tirar um blog do ar. Como pode? O que devemos fazer nesta hora tão lastimável, de dor, mágoa e cólera?

Impossível descrever esse episódio. Até para digitar fica difícil. Mas Deus sempre mostra uma luz no fim do túnel. E mostrou!

Para minha surpresa, um grupo de parlamentares [sem cor da bandeira] de diferentes regiões que conhecem o signatário, acaba de colocar a disposição, advogados para intermediarem, o imbróglio, em Brasília.

Os legisladores afirmaram que o impasse acaba hoje, no mais tardar, às 22h.

Mas disseram: “Provavelmente o blog vai sair do ar



Paulo ZILDENE

Jornalista

Sinto muito - 05

Neste exato momento, os advogados do blog estão resolvendo o imbróglio, pois ainda insistem em tirar o Jornalismo Político do ar.

Estamos trabalhando insistentemente para voltarmos, com as postagens, o mais rápido possível, mas infelizmente tudo neste país se move com lentidão.

O signatário agradece os 645 acessos [ontem], as dezenas de telefonemas e e-mails para saberem o que está acontecendo com o blog.

Mas, nós acreditamos que, o Blog vai sair do ar!


Paulo Zildene

Jornalista

Sinto muito - 04

O blog incomodou muita gente? Ô! Incomodou tanto que sairá do ar.

Nós fizemos críticas até as pessoas próximas e com razão. Muita delas através de charges feitas pelo Sponholz e pelo signatário [viva o Photoshop!].

Durante a permanência do blog no ar, nós tivemos alguns visitantes ilustres. Entre eles: do Gabinete da Presidência da República, que foi detectado pelo sistema de acesso. Pelo menos três acessos partiram de lá.

Mas, mesmo assim, o blog vai sair do ar!


Paulo Zildene

Jornalista

Sinto muito - 03

O Blog Jornalismo Político tem 36.460 acessos. Todos com registro de IP. Isso significa que os acessos são reais, não manipulados ao atualizar a página.

Pelo menos 140 países acessaram o blog. O mapa ao lado com pontos vermelhos mostra que país navegou pelo blog.

Mas, mesmo assim, o blog sairá do ar!


Paulo ZILDENE

Jornalista

Sinto muito - 02

O blog foi ao ar no dia 11/5/2007. Neste período, em mais de 3.625 postagens, o signatário nunca precisou justificar um artigo ou matéria na justiça. Todas as postagens que foram investigadas tiveram documentos comprobatórios exposto aqui.

O documento mais difícil foi de um prefeito, do interior do estado do Pará, que teve uma intervenção cirúrgica no coração. O assunto foi tratado na época com reservas pela família do paciente. Mas, a cópia do prontuário médico dizendo os fatos reais parou nas mãos do signatário, mas como a Justiça proíbe a divulgação, elas não foram ao ar.

Alguns artigos ganharam dimensões interessantes; pelo menos três deles serviram de discussões no plenário da Assembléia Legislativa do Estado do Pará por deputados de oposição a governadora do estado Ana Júlia [PT-DS]. Um fato raro se tratando de blog.

Apesar de toda acuidade com matérias investigativas, o blog sairá do ar!


Paulo ZILDENE

Jornalista

Sinto muito - 01

Comunico aos internautas que este conceituado Blog sairá do ar!

Os motivos serão explicados ao longo do dia.

A contagem regressiva foi ativada!



Paulo ZILDENE

Jornalista




Paraibanos invadem Capanema

A composição do secretariado do prefeito eleito de Capanema, no Pará, Eslon Martins – PR começa a se desenhar e a provocar racha na base de sustentação dos aliados.

Eslon escolheu, segundo fontes, para administrar o matadouro municipal, Mano, um paraibano muito ligado a família Martins.

A escolha do fazendeiro para o matadouro deixou de canto três nomes indicados pela base aliada: Emilson Lucena, Nadilson e Edilson.

A pasta da cultura foi muito bem indicada. Segundo fontes, para preencher a saída de Ivaldo Bandeira do governo Buchacra, Eslon convidou José Barata.

Jarbas Passarinho

O prefeito, José Alexandre Buchacra [PT-AS] perdeu uma grande chance de deixar pelo menos o início de uma grande obra em Capanema. O projeto da pavimentação da Avenida Jarbas Passarinho está pronto. Pelo menos R$ 500 mil estão parados no Banco do Brasil para serem utilizado em prol dos moradores que residem às margens da avenida, mas como Buchacra não deu indicativo de iniciar as obras, Eslon Martins já ventilou nos quatro cantos da cidade que vai iniciar as obras em Janeiro. Com um detalhe: No início das chuvas.



Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

A charge do dia

Autor: Sponholz

Mais do que a eleição do prefeito - 1

Por Onofre Ribeiro


A reeleição do prefeito Wilson Santos, independente de Cuiabá, mexe profundamente na política do estado de Mato Grosso. Ele sai do segundo plano da política estadual e se vê lançado ao primeiro plano. Wilson era apenas um dos herdeiros de Dante de Oliveira, o grande líder do PSDB no estado. Na realidade, depois da morte de Dante há dois anos, Wilson detinha o mandato executivo mais relevante do partido em Mato Grosso. Sua vitória o põe em confronto direto com o governador Blairo Maggi, que derrotou o PSDB em 2002, incluindo Dante.

Em entrevista á TV Rondon, na apuração da eleição, Wilson afirmou que vai comandar uma reaglutinação de líderes partidários em torno do projeto de lançamento de uma candidatura do PSDB ao governo em 2010. Isso significa que ele pode ser o candidato, já que o PSDB tem apenas duas lideranças maiores em Mato Grosso: ele próprio e a deputada federal Thelma de Oliveira, esposa de Dante. Na entrevista Wilson escolheu também o adversário principal desse projeto: o governador Blairo Maggi.

Desse modo, a leitura política que passa a valer a partir de hoje, é a de que mudou o cenário político de Mato Grosso. Obviamente, da parte do governo estadual comandado por Blairo Maggi virá à reação e, quem sabe, um fato novo: o reaquecimento político do governo que vem muito morno desde a reeleição em 2006. Wilson é um adversário experiente e agressivo, apesar de ter admitido naquela entrevista que "aprendeu a não administrar mais com a língua", concordando com o apelido de "Galinho" que já carregou, por sua agressividade.

Essa nova posição que envolveria lideranças anteriores como os senadores Jaime Campos e Gilberto Goellner, do DEM, mais parlamentares federais e estaduais do PSDB e do DEM, do PTB e dos partidos coligados, abre essa nova frente política e partidária, mas cria o contraponto que nunca se conseguiu antes para fazer oposição ao governo Blairo Maggi. Logo, o cidadão mato-grossense estará se defrontando com tempos políticos bem mais quentes do que os que viveu a partir de 2003 quando Maggi assumiu o governo, depois de ter derrotado as forças políticas tradicionais.

Por fim, um novo cenário de coligações partidárias surgirá no horizonte abrindo novas forças e novas opções de construção política.

Mas nada disso conseguirá se realizar, se o prefeito Wilson Santos não se reciclar do ponto de vista da gestão centralizadora. Como articulador, terá que abrir mão do dia-a-dia para enxergar a planície política, onde os fatos realmente acontecerão. A partir de amanhã escreverei uma série de artigos sobre as transformações políticas dos últimos 30 anos até a reeleição de Wilson Santos como prefeito de Cuiabá.

Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e das revistas RDM e Centro-Oeste

Crônica da Atualidade: Novidades na formação da próxima Câmara

Por Paulo Vasconcellos


A nova legislatura terá 4 estreantes no Parlamento e isso significa uma renovação que terá 2 mulheres vereadoras pela primeira vez na história da política capanemense. Dos 8 vereadores que concorreram a reeleição, 6 vão continuar: - Edinho (PV), Adalgiso e Antonio Maria (PT), Rubão (PR), Carioca (PMN) e Pedro Abraão (PP). A eles vão se juntar os novatos: Irmão Marco (PR), Oscar Ishii (PRTB), e as representastes do sexo feminino Eliane Leal (PRTB) e Walmicélia Moraes (PMN).

Na eleição de 5 de outubro os 10 vereadores receberam 10.049 votos, sendo que o atual presidente da Câmara Municipal, Edinho foi quem recebeu a maior votação.

Durante a campanha eleitoral, vários nomes figuravam como prováveis ocupantes de cadeiras no legislativo, causando ansiedade em grande parte do eleitorado. Vários prognósticos foram feitos e o que se via eram comentários sobre a possibilidade de se forma um notável favoritismo entre concorrentes das duas coligações. Depois do fechamento da apuração e da divulgação dos eleitos, houve certa desolação por parte de quem contava com o resultado positivo, mas devido à dificuldade que uma eleição representa em relação às vagas para cargos proporcionais, há a conscientização de que vale a pena concorrer e aqueles que vão receber os diplomas de suplentes, certamente farão suas reflexões e agradecimentos pela expressiva votação, a final de contas, ser suplente de vereador é estar disponível para assumir o cargo em qualquer eventualidade, caso seja necessário.

Em relação ao número de concorrentes, 102 candidatos, está dentro da proporção de registros feitos pelas coligações, sendo 52 pela coligação comandada por Eslon Martins e 50 que estiveram na coligação de Chico Neto. No final da eleição Eslon ficou com a maioria (6) e os outros quatros eleitos concorreram na coligação de Chico. O que se espera dos vereadores que vão se diplomados e empossados é que as necessidades do município sejam priorizadas de imediato, pois todo inicio de ano surgem problemas inerentes ao ajustamento na infra-estrutura, devido aos transtornos causados pelas chuvas e isso requer ações de urgência e emergência nos pedidos feitos pelos vereadores em seus expedientes que devem ser protocolados e inseridos nas pautas das sessões legislativas.

Resta-nos torcer para que todos os parlamentares de Capanema desempenhem suas funções a contento. Tanto aqueles que fazem parte da atual legislatura como aqueles que vão legislar pela primeira vez. O Poder legislativo é considerado como a espinha dorsal no contexto político/administrativo de um município e Capanema faz parte desse contexto e todos os munícipes esperam o desenvolver harmônico entre Executivo e Legislativo e o resultado dessa harmonia seja uma folha de serviços relevantes em favor de todos. Que Deus ilumine os caminhos dessas autoridades constituídas por Ele e portadores da aceitação popular através do voto democrático. (PV)



Digitação: André Mello

TSE julga hoje recursos relacionados às eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fará às 19 horas uma sessão plenária extraordinária, convocada pelo seu presidente, ministro Carlos Ayres Britto. De acordo com informação da Assessoria de Imprensa do TSE, na reunião serão julgados recursos envolvendo ações relacionadas às eleições deste ano.

Ontem, Carlos Ayres Britto admitiu que considera alto o porcentual de abstenção no segundo turno. Às 21 horas, a informação disponível era de que a abstenção tinha sido de cerca de 18%. Segundo Ayres Britto, se esse índice se confirmar, o tribunal investigará os motivos de tantos eleitores terem faltado à votação.

Fonte: AE

Autor: AE

Internet poderá vir a ser utilizada como veículo de comunicação oficial

Projeto de lei que autoriza a União, os estados e os municípios a utilizar a Internet como veículo de comunicação oficial está entre os 21 itens da pauta da reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), marcada para as 10h desta quarta-feira (29). A proposta, de autoria do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), conta com o parecer favorável da relatora, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT).

Para Demóstenes Torres, o projeto (PLS 323/06), caso venha a ser transformando em lei, irá permitir maior controle social da gestão pública, principalmente nos pequenos municípios, onde os atos administrativos, muitas vezes, são fixados em murais dentro da própria prefeitura.

"O uso da Internet como meio de divulgação de informações oficiais dará maior transparência aos atos das três esferas de governo, ao mesmo tempo em que vai atingir a população prontamente, com maior abrangência e de forma eficaz", prevê Demóstenes Torres.

Após receber parecer da CCJ, o projeto segue para a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), onde será votado em decisão terminativa.

Fonte: Senado Federal

Autor: Senado Federal

PF investiga origem de R$ 73 mil encontrados em Campos

A Polícia Federal está investigando a origem de R$ 73.458 encontrados com um morador da localidade de Tocos, no interior de Campos.

O proprietário da casa onde estava o dinheiro foi levado para a delegacia da PF para prestar depoimento. Segundo o delegado Ronaldo Menezes, o dinheiro ficará a apreendido até que seja esclarecida a sua origem.

A apreensão ocorreu quando era investigada uma denúncia anônima de que uma aeronave pousaria no município com R$ 40 milhões.

A denúncia foi recebida pelo Ministério Público Federal e repassada ao Ministério Público Eleitoral, que pediu o apoio do Grupo de Apoio às Promotorias.


Fonte: AG - BR

Autor: AG - BR

Roberto Góes promete governar para toda a população de Macapá

Em sua primeira entrevista como prefeito eleito de Macapá (AP), Roberto Góes (PDT) prometeu governar para melhorar a saúde, a educação, o trânsito e o transporte coletivo da capital amapaense.

Eleito por uma diferença de apenas 3.32% dos votos válidos (ou 5.899 votos de um total de 177.217) em relação a Camilo Capiberibe (PSB), Góes disse que vai governar para toda a cidade. No segundo turno, Góes contou com os apoios partidários do DEM, PSDB, PTdoB e PSL, além do governador do estado, seu tio, Waldez Góes (PDT), e dos senadores eleitos por Amapá.

“Não fui eleito apenas pelos 51% dos eleitores que aprovaram nosso projeto político. Fui eleito prefeito de Macapá e vou governar para todos. Vamos trabalhar para o povo e reconstruir essa cidade para toda a sua população”, afirmou o futuro prefeito.

Góes afirmou que, a partir de hoje, voltará a visitar com sua vice todos os lugares em que esteve durante a campanha. Ele diz querer agradecer a confiança dos eleitores. O pedetista também declarou já saber exatamente o que fazer durante seu governo, já que considera ter sido eleito graças à aprovação das propostas que apresentou durante os debates, os comícios e as reuniões com cidadãos.


Fonte: AG - BR

Autor: AG - BR

PMDB tem o maior número de prefeituras no país

Se o PT pretende fazer o próximo Presidente da República, em 2010, vai precisar da ajuda novamente dos caciques peemedebista. Lula terá que beijar as mãos de Jader Barbalho, pois o PMDB conquistou em todo país 1201 prefeituras. Atrás do PMDB vem, o PSDB com 786, e logo atrás, o PT com 559 prefeituras no país. O Democrata conseguiu obter no total em todo o país, 500 prefeituras.

Nas capitais, o PT e o PMDB foram os partidos que mais obtiveram conquistas.

Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

PT e PSDB terão de construir nomes em SP para 2010

Apesar do PSDB do governador do Estado de São Paulo, José Serra, ter conquistado uma grande vitória nas eleições municipais da capital paulista, com a reeleição do prefeito Gilberto Kassab (DEM), a legenda ainda não dispõe de um nome consolidado para disputar o Palácio dos Bandeirantes em 2010. O desafio atinge também outra grande legenda, o PT, por causa de mais uma derrota que a candidata da legenda Marta Suplicy amargou nas urnas. "Para a sucessão ao governo de São Paulo em 2010, tanto PT quanto PSDB terão de construir novos nomes", avalia o cientista político Humberto Dantas, conselheiro do Movimento Voto Consciente.

Na opinião do cientista político Marco Antônio Carvalho Teixeira, pesquisador da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo, o saldo político das urnas em São Paulo, nessas eleições municipais, serão computados muito mais no âmbito interno dos próprios partidos do que externamente. "Essas eleições de 2008 tiveram um efeito positivo no âmbito dos partidos e por causa disso, podemos dizer que o governador Serra foi um dos maiores vitoriosos dentro do PSDB", ressalta Teixeira.

Fonte: AE

Autor: AE

A charge do dia

Autor: Sponholz

Prefeito reeleito fala com o blog

O prefeito reeleito de Belém, Duciomar Costa – PTB disse ao blog suas principais ações do seu governo a partir de janeiro de 2009.

“Nós vamos dar continuidade aos trabalhos que estão dando certo e que foram aprovados pela população. Nós vamos potencializar a saúde preventiva, drenagens de canais, levando a dignidades das pessoas morarem bem.
'
Duciomar deixou claro que a saúde pública municipal será a prioridade no 2º mandato.



Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Duciomar Costa mantém discurso de campanha e diz que sua prioridade será saúde

Na primeira entrevista depois de eleito prefeito de Belém, Duciomar Costa disse que sua prioridade será “saúde, saúde e saúde”.

Mantendo o discurso que fez na campanha eleitoral, nos dois turnos, quando prometeu priorizar as ações em saúde, Duciomar disse que quer investir em saneamento básico. “Belém é uma cidade construída sobre palafitas. A população merece ser assistida para reverter os problemas de saneamento básico”.

Ele disse que espera ter a parceria dos governos estadual e federal para implementar seus projetos na área de saúde. “Vou continuar contando com o governo federal e o governo estadual para ações em saneamento e outros investimentos em saúde.”

Marta Suplicy perde por uma grande diferença

A petista Marta Suplicy perdeu as eleições para o atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab por uma grande diferença de votos. Os números apresentados nas urnas revelaram a preferência do democrata, 3.781.794 votos. Marta atingiu a marca de 2.441.486 das intenções de votos.

Mas o que impressionou no contexto geral, no 2º turno, em São Paulo foi o número de abstenção. 1.434.436 eleitores não compareceram as urnas para votar.

Os votos em brancos totalizaram, também, um grande número, 176.317 e votos nulos 338.988.



Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Wilson Santos é reeleito em Cuiabá


O candidato do governador do Mato Grosso, Blairo Maggi - PR, Mauro Mendes –PR perdeu para o prefeito candidato a reeleição, Wilson Santos –PSDB.

Santos obteve nas urnas 167.202 votos, contra 108.744 de Mendes, 39,41% dos votos.


Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Eduardo Paz é eleito no Rio de Janeiro

A votação no Rio de Janeiro foi disputada voto a voto entre Eduardo Paz PMDB e Gabeira - PV.

Eduardo Paz foi eleito prefeito do Rio de Janeiro com 1.695.305 votos, totalizando 50,83% das preferências e Fernando Gabeira obteve nas urnas 1.640.212, obtendo nas urnas 49,17% das intenções de votos.

Falta totalizar no Rio de Janeiro menos de 0,05% das urnas.


Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político


Juiza declarou Duciomar Costa prefeito de Belém

A juiza presidente da junta totalizadora declarou, às 19:45, que foram apuradas 95% das urnas. Em menos de duas horas foi reeleito para os próximos quatro anos, Duciomar Gomes da Costa - PTB, com 134.928 votos de diferença para José Priante - PMDB.
'
Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Começa a contagem dos votos em Belém

Duciomar Costa - PTB: Votos: 353.190 - percentual: 59,97%
José Priante - PMDB: Votos: 235.708- percentual: 40,03%
Apurado: 87,28%
Justificar
Autor: Jornalismo Político
Fonte: Jornalismo Político

São Paulo define eleição

Na capital paulista é eleito Glberto Kassab com 63% dos votos totalizando mais de dois milhões e duzentos mil votos.
Marta Suplicy ficou com 37% dos votos.
Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Inicia a apuração no Hangar

Aos poucos estão chegando às urnas no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

Segundo informações da assessoria de imprensa do TRE-PA, a previsão de encerramento da votação é para às 20h.

Até o momento, somente 13 urnas apresentaram problemas.


Fonte: Jornalismo Político
Autor: Jornalismo Político

Crise global deverá afetar investimentos das prefeituras

A campanha eleitoral transcorreu como se os candidatos vivessem em um mundo totalmente alheio aos efeitos da crise econômica internacional. Eles prometeram uma série de realizações, baixaram o nível do debate e atacaram-se mutuamente, mas esconderam dos eleitores, em seus discursos e programas eleitorais, a restrição orçamentária que será imposta pela crise.

Com o arrefecimento previsto para a economia do mundo inteiro, na esteira da crise internacional, não haverá recursos para a realização de grandes obras. É o que prevêem analistas de economia e política. Eles avaliam que se os votos depositados nas urnas tiverem como lastro apenas as promessas de campanha, os eleitores poderão se frustrar.

Os analistas destacam que diante de uma crise econômica com proporções e dimensões comparáveis apenas ao crash da Bolsa americana em 1929, a tendência é de interrupção nos programas de investimentos e de concessão de crédito para o setor produtivo. O resultado é o esfriamento da economia real, de onde saem os tributos (impostos, contribuições e taxas) que fazem os caixas dos governos federal, estaduais e municipais.

"Esta crise já não é mais só financeira. É uma crise que já atingiu a economia real", diz um dos sócios-diretores da Rosenberg & Associados. "A perspectiva de que a crise econômica vai levar a uma redução da arrecadação e a uma diminuição das despesas para todos os níveis de governos é cada vez mais concreta", define o analista da MCM Consultores Ricardo Ribeiro.

Para ele, por questões orçamentárias, os primeiros cortes são feitos sobre as verbas destinadas aos investimentos. Além disso, ele lembra que boa parte das receitas está comprometida com as despesas vinculadas à Educação, Saúde e aposentadorias.

"Diante de uma crise como esta, acho que os futuros prefeitos não terão como construir grandes obras como escolas, hospitais e, no caso de São Paulo, ajudar o Estado na construção de novas linhas do Metrô", prevê o analista da MCM.

Em contrapartida, os diretores da Rosenberg avaliam que por conta das duas últimas administrações municipais terem sido, do ponto de vista fiscal, mais responsáveis, São Paulo tende a sofrer um pouco menos com os efeitos da crise econômica. Mesmo assim, eles não têm dúvidas de que a arrecadação paulistana tende a cair.

Fonte: AE

Autor: AE

Pai espanca filho na avenida

Uma atrocidade foi cometida essa madrugada, na Avenida Doca de Souza Franco, em Belém. Um pai espancava o filho dentro de um veículo Fiat, cor branco, estacionado no posto de gasolina da rede Texaco.

Segundo a testemunha, Roberto Carlos Silva, que passava pelo local, o pai do garoto não queria que o filho estivesse com a mãe.

“Foi revoltante ver aquilo. Eu me juntei a multidão que apreciava aquilo. Nós partimos pra cima dele. Em alguns instantes os telefones começaram a chamar outras pessoas. Nós demos uma surra nele, pois a criança aparentava ter 12 anos. O pai, mesmo apanhando, não parava de querer agredir o filho”, disse Roberto.

Logo após a tortura, uma viatura da polícia militar parou no posto para levar o agressor. Uma juíza da Infância e da Adolescência que passava pelo local acompanhou o caso até a delegacia.

Os nomes do agressor e do agredido não foram revelados pelas autoridades.



Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Hoje é o dia D para o PT

Podemos assim dizer: a volta de Jader Barbalho, presidente do peemedebe no estado do Pará, como timoneiro, depende exclusivamente do resultado das eleições, do 2º turno, em Belém. Se o 2º turno ficar nas mãos de José Priante – PMDB, a volta de Jader ao governo do estado está certa.

Essa semana Jader foi pessoalmente conversar com Cláudio Puty [PT-DS] na Casa Civil. O teor da conversa, segundo fontes do blog, girou em torno do apoio da governadora Ana Júlia a Duciomar Costa – PTB. A pressão durou pouco mais de 40 minutos.

Ana Júlia está preocupada com o resultado das urnas no estado. O PT conseguiu eleger 27 prefeitos, sendo 26 por coligação.

O PMDB elegeu 38 prefeitos. Todos por coligação. Essa semana a justiça decidiu dar ganho de causa a mais uma prefeitura do peemedebe. Agora Santarém Novo faz parte do grupo de Jader, que totalizou 39 municípios, faltando apenas Belém, que poderá entrar no cardápio hoje.

Um dos maiores colégios eleitorais ficou nas mãos do PT. Santarém, com Maria do Carmo [PT], que se reelegeu.

Atrás do PT vem o PR, que conseguiu eleger 16 prefeitos. Lembrando que o Partido da República foi o que mais cresceu nessas eleições. O PSDB vem logo atrás empatado com o PTB, 13 prefeitos. O Democrata ficou nanico. Conseguiu eleger somente 6 prefeitos.

Ana Júlia tem milhares de motivos para não deixar Priante vencer no 2º turno. Na realidade o PT só está no poder devido às mãos pesadas de Jader, caso contrário o PT jamais chegaria ao poder.

Aliás, outro que deve favores a Jader é Lula, que teve que beijar suas mãos na presença de uma multidão, em Belém, durante comício a reeleição a Presidência da República.

No contexto geral, Lula deve apoiar Jader em 2010 e deixar a ver navios Ana e suas facções.

O rompimento do namoro político de Jader já foi anunciado por ele mesmo durante entrevista ao blog [veja aqui].

Alianças para 2010

Não posso dizer que é utopia, mas o PMDB pode coligar em 2010 com o PR que elegeu 16 prefeitos. Somados com Priante, caso eleito, em Belém, são 40 prefeituras em todo o estado.

Para o PT só sobra coligar com PTB que elegeu 13 prefeitos, PRP 02, PRB 01 e o PSC, 01 prefeito. Totalizando 44 prefeituras.

Essa é a única fórmula para o PT vim à reeleição sem ajuda de Jader.

Mas não podemos esquecer que teremos três prováveis candidatos ao governo do estado, em 2010.

O PSDB pode coligar com o DEM. Os dois somam 22 prefeituras, e ainda podem coligar com o PPS, PP, PSB que juntos somam 31 prefeitos eleitos.

Então isso significa que as eleições em 2010 serão pulverizadas. Os três maiores partidos em busca do poder no estado: PMDB, PSDB e PT.


Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Hospital São Joaquim reabre as portas

Depois de fechar as portas por alguns dias, o hospital São Joaquim, com sede no município de Capanema, no Pará, reabre suas portas aos usuários do SUS – Sistema Único de Saúde, a partir de quarta-feira [29].

A decisão foi tomada na sexta-feira [24], às 18h30min, na presença de Charles Tocantins, que coordena as AIH – Autorização de Internação Hospitalar do SUS, as diretoras do Hospital, Kátia Cilene, Alessandra, José Medeiros Filho, diretor da 4ª Regional da Sespa e do prefeito do município, José Alexandre Buchacra [PT-AS] que chegou com meia hora de atraso a reunião.

Segundo informações, houve bate-boca entre Buchacra e Kátia Cilene, após a reunião.

O resultado da discussão foi positivo para o HSJ, que ganhou um número maior de AIHs.

Todo o imbróglio envolvendo o fechamento do hospital, segundo informações, partiu do secretário de saúde do município, Walry Moraes que antecipou o recadastramento dos hospitais que venceria no dia 31/12 e não acatou o recurso do hospital pedindo anulação do edital de licitação.

O único beneficiado neste contexto foi o Hospital Geral de Clínicas que lotou suas dependências por ser o único estabelecimento de saúde, no município, apto a receber recursos do SUS.

Vale lembrar aos internautas, que o HGC foi constituído após a doença terminal ter contaminado toda a estrutura [INSS e FGTS] do HC – Hospital das Clínicas Ltda, que voltou mais maquiado que Elke Maravilha.

O que se passa na pasta da saúde do município está trancado a sete chaves, mas o blog andou fazendo uma radiografia de alguns pagamentos a fornecedores, nos últimos dois anos. Há suspeitas que R$ 18 milhões vazaram pelo ralo irregularmente. Caso esse erário tenha vazado, ele pode retornar aos cofres municipais, só dependerá do próximo prefeito eleito não pactuar com o vazamento.


Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Eleições 2008

O blog acompanha a apuração do 2º turno, das eleições 2008, entre Duciomar Costa – PTB e José Priante - PMDB, em Belém, direto do Hangar – Centro de Convenções da Amazônia. As atualizações serão a cada dois minutos.

O internauta que desejar baixar o programa “Divulga 2008” pode acessar: www.jornalismopolitico.com/eleicoes2008

O TSE – Tribunal Superior Eleitoral aprimorou o programa ‘exclusivo’ para os parceiros, onde as informações saem direto do DataCenter do Tribunal.

As informações serão divulgadas pelo blog a partir da apuração do 2º turno pela "Zerézima da Divulgação"

Lembro aos internautas que esse programa só foi concedido pelo TSE a três empresas no estado do Pará, e o signatário faz parte desse contexto.


Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

A charge do dia

Autor: Sponholz

Por que vou votar

Por Onofre Ribeiro

Vivo em Cuiabá há 32 anos e dois meses. Embora tenha saído de um apartamento na asa sul do Plano Piloto para vir morar aqui quando era apenas uma cidade pequena perdida no coração do Brasil, vinculei minha vida a essa cidade. Vi muita coisa mudar. Algumas pra melhor, outras para pior. Vi meus filhos crescerem e três deles se casarem em Cuiabá. Dois dos meus netos, Miguel e Gabriel nasceram aqui. Os meus amigos estão aqui. A parte mais produtiva de minha vida construí aqui. O meu modesto patrimônio está aqui. Todas as amizades das quais me lembrarei sempre, estão aqui.

Sempre fui muito ligado à História. Não posso me esquecer de haver encontrado aqui, ainda naqueles distantes anos 70, pessoas cuiabanas vivendo numa cidade modesta e apostando que futuramente ela seria a grande metrópole do Centro-Oeste. Nada mais duvidoso, naquela época. Eles estavam certos! Nossa cidade cresceu muito. O centro apertadinho expandiu-se e os modestos 100 ml habitantes multiplicaram-se para mais de 600 mil. Bairros novos, prédios, avenidas, falares diferentes, pessoas morenas, loiras, ruivas, mestiças, altas, baixas, com vozes e sotaques tão diferentes!

O cuiabano tradicional compreendeu a marcha da História e não pôs empecilhos. Aproveitou a onda positiva e interagiu. Raro gesto de generosidade humana!

Nossa cidade vai às urnas escolher um prefeito para os próximos quatro anos mas, essencialmente, um prefeito capaz de governá-la para o futuro. Pensar que aqueles sonhos cuiabanos da década de 70 eram apenas sonhos e deixá-los morrer na praia, será crime de lesa-humanidade.

O mundo está mudando nesse movimento de crise mundial. Já escrevi neste mesmo espaço e aproveito a eleição para reafirmar que por maior que venha a ser a crise mundial, os humanos do mundo inteiro precisarão comer e precisarão de energia para mover-se. Nessa equação futurista, Mato Grosso entra com larga vantagem, como previu a profecia de Dom Bosco de 1893, de que aqui "haverá uma riqueza inconcebível, quando vierem escavar esses campos..."

O prefeito de Cuiabá eleito tem o compromisso de ser o emissário concretizador da profecia de Dom Bosco, e de realizar o velho sonho cuiabano, que animou essa cidade a se manter viva num longo e secular isolamento logo depois de sua fundação em 1719.

O prefeito de Cuiabá eleito precisa conhecer a história dessa cidade. Ela não é uma cidade simplesmente. Ela é o resultado do sonho de gente que permaneceu mais de um século e meio isolada no coração do Centro-Oeste brasileiro, esperando encontrar-se com o seu destino.

Vou à urna votar nisso tudo. Na História, na crença dos cuiabanos daquele tempo e de agora, e no futuro. Não posso ver a eleição de outro jeito. Os próximos anos serão os anos da realização dos sonhos e das profecias.


Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e das revistas RDM e Centro-Oeste

Valores

Por Onofre Ribeiro

No último domingo escrevi aqui neste espaço o artigo "Mais do que uma crise financeira", abordando percepções espiritualistas que estão em sintonia neste movimento mundial chamado de crise. Confesso que fiquei receoso de abordar o tema, imaginando fortes reações contrárias por parte dos leitores. De novo, confesso, fiquei muito impressionado com a quantidade de pessoas que percebem que alguma coisa nova e diferente está interferindo no mundo. Recebi algumas contribuições preciosas e manifestações de pessoas anônimas, aprofundando a abordagem espiritual ou espiritualista ou, ainda, algo de diferente do pragmatismo científico, tecnológico, financeiro e econômico atual.

Na realidade, nenhuma mudança se dá sem uma construção anterior, onde se somam uma infinidade de fatores. Alguns práticos, outros aleatórios. O fato é que uma mudança não surge do nada. No caso atual, o mundo vem construindo uma sucessão de fatos que podem recuar, para escolher um ponto de partida, à Revolução Industrial, na segunda metade do século 19. Mas poderia ser outro ponto, embora a abordagem mudasse. A industrialização implicou em novas fontes de energia, de transporte, de fontes de capital, de matérias primas, de ordem política e da própria ciência. No começo do século 20, a primeira guerra mundial já veio dessa nova ordem econômica industrial. Em 1918 a guerra ajustou uma nova ordem política, econômica, financeira e mudou a geografia da Europa, da Ásia e da África.

De novo, essa nova ordem provocou a segunda guerra mundial, novos e novos desdobramentos. Em 1990, a tecnologia antes usada na construção dos aparatos para uma terceira guerra mundial que não houve, passou a ser usada para fins civis. Foi o caso dos satélites de comunicação para a larga comunicação, a informática e os novos canais de comércio, gerando a atual globalização. De saldo, restou o começo de outra nova ordem mundial regida pela tecnologia, a responsável pelo andamento da globalização. O mundo enorme do passado, transformou-se na "aldeia global", sonhada em 1960 por Marshall McLuhan.

Essa facilidade de comunicação transformou as riquezas em veículos ambulantes que trafegam sem controle nos satélites que alimentam os bancos mundiais com o vai-e-vem de dados. A facilidade acabou produzindo um mundo rigorosamente virtual nos fundamentos das finanças mundiais que acabaram contaminando a economia e resultando nessa transformação que agora se chama de crise mundial.

Como lá atrás, no Renascimento arejado que substituiu a Idade Média obscura, mudaram valores fundamentais que abriram o mundo para as Grandes Navegações e a expansão mundial que, evoluíram para a atual globalização. Portanto, para finalizar esse pedaço da conversa de hoje, é preciso dizer que uma transformação desse novo ciclo da globalização por outro, será muito mais complexo pela sua própria complexidade. E não se fará apenas por mecanismos de capital e por ações bancárias. Haverá algo mais sutil e transformador. Voltarei ao assunto.


Onofre Ribeiro é articulista deste jornal e das revistas RDM e Centro-Oeste

Uma letra, uma música, a música...

www.jornalismopolitico.com


How Deep Is Your Love (tradução)
Danni Carlos
Composição: Bee Gees

Como é profundo o seu Amor

Eu conheço seus olhos na manhã ensolarada
Eu sinto você me tocando na chuva torrente
E no instante que você está longe de mim
Quero te sentir em meus braços novamente

E você veio para mim em uma brisa de verão
que me mantém aquecido com o seu amor
então você vai embora de repente
e é pra mim que você deve mostrar
como é profundo o seu amor

Como é profundo seu amor? Como é profundo seu amor?
Eu realmente quero saber
Pois vivemos em um mundo de enganações
que nos desanimam quando todos deveriam nos deixar em paz
Mas pertencemos um ao outro

Eu acredito em você
Você conhece a porta para minha alma
Você é minha luz em minhas horas de profunda escuridão
Você é minha salvação quando eu caio

E você não deve pensar que eu não me importo com você
Quando você sabe bem lá no fundo que realmente me importo
E é pra mim que você deve mostrar
Como é profundo o seu amor?

Como é profundo seu amor? Como é profundo seu amor?
Eu realmente quero saber
Pois vivemos em um mundo de enganações
que nos desanimam quando todos deveriam nos deixar em paz
Mas pertencemos um ao outro

E você veio para mim em uma brisa de verão
Me mantém aquecido com seu amor
Então você vai embora de repente
E é pra mim que você deve mostrar como é profundo seu amor

Como é profundo seu amor? Como é profundo seu amor?
Eu realmente quero saber
Pois vivemos em um mundo de enganações
que nos desanimam quando todos deveriam nos deixar em paz
Mas pertencemos um ao outro

A charge do dia

Autor: Sponholz

Súmula sobre nepotismo está cumprida no Senado

A comissão criada pelo presidente do Senado, Garibaldi Alves, para examinar a prática de nepotismo na Casa deu por encerrado, com o total de 86 exonerações, o trabalho realizado para o cumprimento da Súmula 13 do Supremo Tribunal Federal (STF), que proíbe a contratação de parentes nos três Poderes da República. A comissão estuda agora a adoção de um documento, a ser assinado por quem for contratado pelo Senado para cargo em comissão, com informações sobre o risco que incorre quem se beneficiar de nepotismo.

Em entrevista concedida na manhã de ontem (24), no Salão Azul, o chefe de gabinete da Presidência do Senado, Sergio Penna, que presidiu a comissão, declarou que as informações prestadas por senadores, chefes de gabinetes e diretores da instituição resultaram nas exonerações publicadas no Boletim de Pessoal e que atingem 86 servidores.

Indagado sobre o risco de se descobrirem mais familiares beneficiados por nepotismo, Sérgio Penna respondeu que isso pode ocorrer em razão, por exemplo, de algum chefe de gabinete não estar em Brasília e constatar, posteriormente, que determinado nome não foi devidamente informado à comissão.

Fonte: Senado Federal

Autor: Senado Federal

Justificativa em Salinópolis

A 64ª zona eleitoral, em Salinópolis, por meio do Juiz Heyder Tavares da Silva Ferreira, informa os endereços dos locais onde vão funcionar as Mesas Receptoras de Justificativas, de 8 às 17 horas, no dia do 2º turno da eleição municipal de Belém: no Fórum Eleitoral, localizado a avenida João Pessoa, 1084, Centro; e no hotel Privê do atalaia, na Rodovia PA 444, s/nº, praia do Atalaia. Eleitores de Belém que estiverem em Salinas no domingo do 2º turno deverão se dirigir a estes endereços para justificar a ausência as urnas.

Fonte: AI – TRE-PA

Autor: AI – TRE-PA

Apuração do 2º turno continua no Hangar

A apuração do 2º turno das Eleições 2008 será realizada novamente no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, que irá concentrar dez das onze juntas eleitorais da capital paraense. No Hangar serão apurados as urnas das 1ª, 28ª, 29ª, 73ª, 76ª, 77ª, 95ª, 96ª, 97ª, 98ª Zonas Eleitorais. Assim como no 1º turno apenas a apuração da 30ª Zona Eleitoral, que abrange os distritos de Icoaraci, Mosqueiro e região das ilhas, será realizada no Colégio Estadual Avertano Rocha, em Icoaraci.

Os fiscais de partido, delegados e candidatos das duas coligações que disputam o 2º turno, devidamente credenciados, terão acesso ao Hangar, assim como os profissionais da imprensa e os servidores da Justiça Eleitoral. A todos o acesso ao estacionamento do Hangar será até as 17h, já a saída dos veículos poderá ocorrer somente a partir das 20h. Os veículos que transportarão os materiais de eleição e equipes de suporte técnico terão acesso livre ao estacionamento.

A população poderá acompanhar a apuração dos votos por meio do telão que será novamente instalado na área externa do Hangar, na Avenida Brigadeiro Protásio. Caso seja intensa a concentração de pessoas acompanhando a apuração pelo telão instalado na avenida o trânsito poderá ser interrompido parcialmente.

Preparação – A preparação para o 2º turno das Eleições 2008 do próximo domingo (26) já começou. Hoje (24) será concluída a montagem dos guichês para a apuração no Hangar e amanhã a atividade se dará por conta dos testes nos sistemas de transmissão, oficializando-se o sistema de totalização às 15 horas pela Juíza Eva do Amaral Coelho.

Após 2º turno TRE retorna atividades no dia 29

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), Desembargadora Raimunda Noronha, baixou na manhã de ontem (22) a portaria que determina os horários de funcionamento da Secretaria do Tribunal e dos Cartórios Eleitorais em virtude do 2º turno das eleições e as festividades relativas ao Recírio e ao Dia do Servidor Público. Nos dias 27 e 28 os trabalhos da Sede e dos Cartórios Eleitorais do Estado estarão suspensos em virtude do Recírio e comemoração ao Dia do Servidor Público.

Dessa forma, excepcionalmente a Secretaria do Tribunal, incluindo a Seção de Protocolo, funcionará nos dias 25 e 26 de outubro, sábado e domingo, respectivamente, no horário de 8 às 19 horas. Os Cartórios Eleitorais da capital funcionarão no sábado de 8h às 19 horas. Já no domingo, dia da eleição, o funcionamento será das 8 horas até a conclusão dos trabalhos de totalização dos votos.

Técnicos do TSE já estão em Belém

Chegaram ontem a Belém os 15 técnicos de Tecnologia da Informação enviados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE-MS) e Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO).

A equipe veio acompanhar o 2º turno das Eleições 2008 em Belém a pedido do TSE, que também encaminhou 2.520 novas urnas eletrônicas ao TRE/PA em decorrência dos problemas ocorridos de incompatibilidade do sistema com as urnas modelo 1998, no 1º turno. Na manhã de hoje (24) os técnicos ficaram reunidos com o Secretário de Tecnologia do TRE-PA, Sérgio Alves, para discutir sobre os trabalhos do 2º turno.

"Em virtude dos problemas do 1º turno o TSE nos mandou como reforço, assim como as novas urnas, apesar dos técnicos do Pará estarem bem preparados", conta um dos técnicos do TSE, Marcelo Almeida.

No próximo domingo (26), no horário de votação (8 às 17h), os técnicos do TSE Marcelo Almeida, Clédison Carvalho, Adriano Angelo e Júlio Valente estarão centralizados na Sede do TRE-PA, e os demais técnicos do TRE-RO e de TRE-MS (Antônio Segundo, Antônio Lima, Enéias da Silva, Gustavo Bermudes, Luiz Villanueva, Julceir Ramos, Plínio Oliveira, Edmilson Freitas, Filipe Teixeira, Jean dos Anjos e Ranieri Lima), ficarão alocados em Zonas Eleitorais. Além do Pará, o Estado de Goiás também recebeu apoio dos técnicos do TSE e dos TREs.


Fonte: AI – TRE-PA

Autor: AI – TRE-PA

Compra de voto faz TRE-MT vetar saque acima de R$ 5 mil

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) proibiu, a partir de hoje em todo o Estado, saques bancários acima de R$ 5 mil de candidatos, partidos políticos, coligações e pessoas que tenham ligação com as legendas até o dia 26 de outubro, dia do segundo turno da eleição. Até mesmo cidadãos comuns podem ter o saque negado se não conseguirem comprovar que o dinheiro não será destinado para beneficiar algum candidato. A medida busca coibir a prática de compra de votos. O TRE afirmou que tem recebido inúmeras denúncias de que o crime eleitoral vem sendo praticado na capital mato-grossense.

Segundo o juiz auxiliar da presidência do TRE, Rodrigo Curvo, a resolução nº 604/2008 foi baixada para que cumpram a determinação da Justiça Eleitoral. "O cidadão que não conseguir comprovar para que se destina o saque no valor acima de cinco mil reais poderá também ter o serviço negado pelo banco", afirmou o magistrado.

Curvo disse ainda que as transportadoras de valores deverão informar ao TRE sobre o transporte de dinheiro em quantias acima de R$ 5 mil. As empresas deverão fornecer os dados sobre quem fez o saque, quanto foi transportado, a origem e o destino dos valores.

A medida quer coibir a compra de votos, que vem sendo denunciada como prática pelos dois candidatos a prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB) e Mauro Mendes (PR). "Também temos recebido diversas denúncias desse crime eleitoral através das Zonas Eleitorais e da Ouvidoria do TRE e a resolução é uma medida para impedir o crime", disse Curvo.

Cabos eleitorais
O pagamento aos cabos eleitorais também foi proibido de ser efetuado amanhã e no domingo. O juiz destacou que a resolução não visa somente os trabalhadores, como também colaboradores, coordenadores e demais auxiliares de campanha. "Os pagamentos nesse caso, só poderão ser feitos a partir da próxima segunda-feira, pois estão terminantemente proibidos de serem feitos na véspera e no dia da eleição, ou seja, sábado e domingo próximos", afirmou o magistrado.


Fonte: AE
Autor: AE

Em denúncia, MP liga Suassuna a sanguessugas

O Ministério Público Federal no Estado do Mato Grosso denunciou o ex-senador Ney Suassuna (PB) e cinco ex-deputados federais por suposto envolvimento com a máfia dos sanguessugas. As denúncias foram encaminhadas à Justiça Federal de Mato Grosso. Conforme a denúncia, os ex-parlamentares integravam o braço político de um esquema de desvio de recursos destinados para a compra de ambulâncias e equipamentos hospitalares.

Segundo informações divulgadas ontem pelo Ministério Público Federal, as investigações demonstraram que os denunciados associaram-se à organização criminosa, cabendo-lhes a tarefa de apresentar emendas parlamentares. O Ministério Público sustenta que "a organização contava com pessoas incumbidas exclusivamente de receber os recursos desviados, depositá-los em suas contas bancárias, sacá-los, reciclá-los e entregá-los aos parlamentares e seus assessores, de forma a dificultar a identificação da origem espúria da riqueza".


Fonte: AE
Autor: AE

Sem consenso

A reunião a portas fechadas no gabinete do presidente da câmara municipal de Capanema, no Pará, encerrou agora pouco, mas sem um consenso entre a secretaria de saúde e o hospital São Joaquim.

Segundo informações, os diretores do hospital exigem a presença do prefeito Alexandre Buchacra [PT-AS] e do secretário de saúde, Walry Moraes – PMN para resolverem pessoalmente a suspensão dos serviços do SUS com o maior hospital do município.

A sessão continua. Estão escritos no grande expediente: Marcelo Pierre – PMDB e Antônio Maria – PT.


Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

A charge do dia

Autor: Sponholz

Hospital se recusa assinar contrato

A diretora do hospital São Joaquim, Kátia Cilene se recusa assinar contrato com a prefeitura de Capanema, no Pará se no conteúdo das cláusulas contratuais não for estipulado o número mínimo de leitos e o dia do exato do pagamento dos serviços prestados.

A discussão continua a portas fechadas na sala da presidência.

Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

Reunião secreta

Neste exato momento estão reunidos, no gabinete do presidente da câmara municipal de Capanema, Edson Maciel, uma comissão de vereadores com diretores do hospital São Joaquim, que teve seus convênios com o SUS suspenso pelo secretário de saúde do município, Walry Moraes – PMN.


Fonte: Jornalismo Político

Autor: Jornalismo Político

“velhinho” de Wilson Santos confessa armação

O site VG Notícias traz uma entrevista em áudio com o “velhinho” utilizado pelo Comitê da Maldade de Wilson Santos para vencer a campanha à prefeitura de Cuiabá em 2004. Seo Cândido Ferreira da Cruz se diz frustrado por não ter recebido tudo quanto foi prometido a ele pelo PSDB para difamar o deputado Alexandre Cesar (PT), à época candidato a prefeito da Capital. “Moralmente falando é uma coisa dura para mim, ele prometeu que depois de eleito botava minha filha no serviço da prefeitura, mas quem prometeu foi o irmão dele Elias, porta-voz dele”, diz o aposentado, que acusou o deputado Alexandre Cesar de tentar lhe tomar a casa.

Mesmo com a nova casa, um sobrado em Santo Antonio do Leverger, o aposentado se diz em má situação e que vive escondido com medo. “Vivi foragido, escondido e tanta coisa, meu filho Mauro disse: Papai desliga o telefone, esse negócio não adianta”. Seo Cândido também zomba, na gravação, de Alexandre Cesar dizendo que “ele é um cara ignorante, achou que era procurador do Estado, que era o ‘tar’, mas uma coisa como eu que não entende nada de política derrubei ele, que fiquei até com dó da ‘artura’ que ele caiu”, afirma em tom zombeteiro.

Quanto a falar a verdade de tudo o que aconteceu, o aposentado joga uma isca e sugere: “eu por 500 não pego de jeito nenhum, mas se o senhor falar um milhão de cruzeiros...”, atiça o “velhinho”. Para conferir as declarações do aposentado, que virou o resultado das eleições a favor de Wilson Santos em 2004, basta acessar o site www.vgnoticias.com.br .

Para acessar o áudio com a gravação da entrevista citada acima acesse o link:

http://www.vgnoticias.com.br/multimidia.php?tipo=A

Fonte: AI – Dep. Alexandre Cesar

Autor: AI – Dep. Alexandre Cesar